Humorista Hélio de La Peña fala que assédio sexual na Globo era recorrente

Social1
Social1
Publicado em 09/07/2021 às 16:00
Hélio de La Peña (Imagem: Reprodução/TV Globo)
Hélio de La Peña (Imagem: Reprodução/TV Globo)
Leitura:

Por Rakeche Nascimento, especialmente para o Social1

Em entrevista para o podcast Inteligência LTDA, o ator Hélio de La Peña falou sobre as acusações de assédios sexuais que alguns produtores da Rede Globo estavam sendo acusados atualmente. Ele disse que não ficou surpreso.

"Tinha

uma coisa assim que era o tal do 'teste do sofá'. Para menina fazer

uma figuração, os diretores e os produtores assediavam. Eu não

via, mas ouvia falar. Chegava a ser corriqueiro”, disse.

Ainda no programa, o ex-integrante do Casseta & Planeta disse que já viu mulheres da figuração participarem do trabalho apenas por fazer parte desse clube.

"Tinha produtor que tinha contato com cafetina e botava as meninas como figuração. Tinha uma coisa de uma libertinagem, de um abuso, um assédio. Quem não cedesse, de fato, não ia pra frente e não subia [na carreira]. Enfim, era uma coisa realmente institucionalizada", contou o comediante.

LEIA TAMBÉM
> Rafael Ilha visita Evandro Santo em clínica de reabilitação
> Tiago Leifert brinca sobre semelhança com Mariana Ximenes

Sobre Marcius Melhem, acusado recentemente de assédio sexual pela atriz Dani Calabresa, Hélio contou que só descobriu depois da matéria sobre o assunto. “Eu não tinha contato com a produção do Marcius, não tinha noção nem ideia do que estava acontecendo. Eu vim saber quando veio à tona [a denúncia] com a revista Piauí. Depois, conversando com alguns amigos lá dentro, me falaram que era isso mesmo, que a coisa era estranha".

O

ator finalizou informando que isso só mudou após a nova política

da emissora e que muitas pessoas foram demitidas pela prática.

Últimas notícias