CASO DE JUSTIÇA

Pamella Holanda desabafa sobre quem presenciou agressão de DJ Ivis: "Omisso também é agressor"

Arquiteta publicou Story no Instagram

Romero Rafael
Romero Rafael
Publicado em 14/07/2021 às 17:22
Notícia
@PAMELLAHOLANDA/REPRODUÇÃO
Pamella Holanda - FOTO: @PAMELLAHOLANDA/REPRODUÇÃO
Leitura:

Pamella Holanda, que no último domingo (11) tornou públicas as agressões que sofreu do ex-companheiro, DJ Ivis, publicou nos Stories do Instagram um texto que parece ser direcionado a Charles Barbosa de Oliveira, motorista do artista, que aparece em pelo menos uma das cenas em que ela é violentada.

"Um homem que se compara a Deus certamente não o teme. Quem é omisso também é agressor", lê-se no texto publicado por ela.

Charles Barbosa de Oliveira prestou depoimento, nesta terça (13), na Delegacia Metropolitana Civil de Eusébio, em Fortaleza, onde foi aberto inquérito que apura a denúncia feita por Pamella Holanda. O teor do depoimento não foi revelado, uma vez que o caso corre em segredo de justiça.

LEIA MAIS
Vídeo: “Me agrediu quando eu estava grávida”, diz Pamella Holanda sobre DJ Ivis

“Eu me calei por muito tempo! Eu sofria com minha filha”, diz Pamella Holanda

"Usa as mesmas 'armas' de todos eles: descredibilizar a vítima culpando ela por se defender, como você mesmo me disse: você esbraveja porque é sua única defesa. Não esqueça disso. E eu não vou me calar", continua Pamella Holanda, no texto publicado nos Stories, no que parece ser direcionado a Charles.

@PAMELLAHOLANDA/REPRODUÇÃO
Print dos Stories - @PAMELLAHOLANDA/REPRODUÇÃO

Crítica e defesa

O comportamento conivente de Charles Barbosa de Oliveira no vídeo em que aparece presenciando a agressão de DJ Ivis a Pamella Holanda gerou revolta e reflexão. A apresentadora Fernanda Lima chamou atenção para a presença do funcionário, que nem interfere no momento nem denunciou o artista após.

Ela fala que há, entre os homens, um "pacto da masculinidade, que cala e consente". "E, assim, são tão covardes quanto quem agride fisicamente e moralmente a mulher, porque esse pacto de silêncio entre os homens é um pacto que precisa ser denunciado", continuou Fernanda Lima.

Nas redes sociais, variados perfis compartilharam o seguinte: "Em briga de marido e mulher, a gente salva a mulher".

Charles, num áudio divulgado pelo jornalista Leo Dias, colunista do site Metrópoles, se defende dizendo que evitou o pior: "Se não fosse, primeiramente, Deus e eu, de fevereiro para cá, alguém já tinha morrido".

@PAMELLAHOLANDA/REPRODUÇÃO
Print dos Stories - FOTO:@PAMELLAHOLANDA/REPRODUÇÃO

Comentários

Últimas notícias