CHAMA ELE

De volta com "Ti-ti-ti" e vacinado, Armando Babaioff avisa que está ON para novelas

Ator pernambucano está longe da TV desde a trama "Bom Sucesso"

Romero Rafael
Romero Rafael
Publicado em 28/07/2021 às 17:48
Notícia
Armando Babaioff (Imagem: Reprodução / Instagram)
Armando Babaioff (Imagem: Reprodução / Instagram)
Leitura:

O ator pernambucano Armando Babaioff comemorou, nesta terça-feira (27), sua volta ao ar na reprise da novela "Ti-ti-ti", que ocupa a faixa "Vale a Pena Ver de Novo", nas tardes da TV Globo. E vacinado, mandou um recado para autores e diretores, no Twitter:

"Só pra dizer que eu tomei vacina, se quiserem me escalar para alguma novela, estamos aí! #vacinasim."

 

LEIA TAMBÉM

Recifense Renato Góes recebe vacina: "Pelos que não tiveram"

Antes, Armando Babaioff fez uma postagem sobre a alegria de rever seu personagem, Thales, um surfista gay. "Não é todo dia que você tem um personagem que entra na trama de uma novela vivendo um surfista, com trilha sonora do John Mayer, câmera lenta, ondas batendo, golden hour, contra luz e Claudia Ria nas areias da praia como Jaqueline/Irmã Desgosto em Saquarema, tudo isso em 'Ti-ti-ti", que está reprisando. Só pra avisar que vou matar a saudade desse trabalho", escreveu o ator, que se destacou em seu último trabalho na Globo, como o vilão Diogo, na novela "Bom Sucesso".

Vacinado

Armando Babaioff recebeu a primeira dose de vacina contra a covid-19 no dia 9 de julho. "Foi um misto de sentimentos. Eu ria e chorava ao mesmo tempo. No instante em que a agulha rasgou a minha pele eu pensei nas pessoas que não estão mais aqui e que não tiveram a mesma oportunidade que eu. Fiz uma oração, agradecendo por estar vivo, por poder ainda sonhar. Sinto o meu corpo gerando anticorpos e agradeço a ciência por isso", publicou o ator pernambucano de 40 anos.

"Vida longa e plena ao SUS; aos profissionais da saúde, técnicos e enfermeiros o meu obrigado. Aos profissionais que não pararam de trabalhar durante os piores momentos dessa pandemia, meu obrigado.
Viva a Ciência, Fiocruz e Butantan", continuou Babaioff, que lembrou de Paulo Gustavo, Eduardo Galvão, Nicette Bruno e Eria Ferreira, atores que morreram devido à covid-19.

Vacina sim

Artistas de diferentes linguagens, principalmente atores e cantores, têm colaborado com a vacinação no Brasil, ao divulgar suas próprias imunizações e incentivar a população a fazer o mesmo.

Exceção entre eles é o ator Juliano Cazarré, que, contrariando as informações científicas, defendia já estar imune por ter sido infectado pelo coronavírus no ano passado; e que por esse motivo, e também por considerar que há riscos ao ser vacinado, não tomaria.

Cazarré, no entanto, está escalado para "Pantanal" e, como condição da TV Globo, aceitou receber o imunizante nesta quinta-feira (29).

Comentários

Últimas notícias