CASO DE JUSTIÇA

Golpe na música envolveu os nomes de Wesley Safadão e de famoso produtor

Cantora cearense Giselle Café foi vítima de estelionato

Romero Rafael
Romero Rafael
Publicado em 30/07/2021 às 20:20 | Atualizado em 30/07/2021 às 20:38
REPRODUÇÃO
A cantora Giselle Café, o cantor Wesley Safadão, o produtor musical Dudu Borges e a compositora Yoná Torres são nomes envolvido nesse caso de Justiça - FOTO: REPRODUÇÃO
Leitura:

Mais um caso de Justiça no show business de Fortaleza. Desta vez, envolve a cantora Giselle Café, de 40 anos, que há mais de 20 atua em eventos na capital cearense, como casamentos e aniversários. Giselle acusa Yoná Torres, compositora de quem era amiga, de estelionato, pois teria forjado mensagens do produtor musical Dudu Borges e também de Wesley Safadão.

O caso é apurado pela Delegacia de Defraudações e Falsificações de Fortaleza, que chegou a prender em flagrante Yoná Torres, que, no entanto, foi solta depois de pagar fiança. A polícia diz que um grupo de quatro pessoas é responsável por criar os perfis falsos e fazer promessas mentirosas com a finalidade de obter dinheiro. Os demais nomes não foram revelados para que a investigação não seja atrapalhada. Eles serão indiciados por estelionato, falsificação ideológica e formação de quadrilha. O caso foi apurado pelo UOL.

Dudu Borges

Yoná Torres era considerada por Giselle Café "um presente de Deus", e por isso lhe pediu ajuda profissional em maio. Elas se conheciam desde o início do ano e faziam parte de um mesmo grupo de compositores. Diante do sonho de Giselle de lançar um álbum, Yoná apresentou o nome de Dudu Borges. O produtor é famoso por trabalhos com grandes artistas, como Luan Santana, Thiaguinho e a dupla Jorge e Mateus.

Dizendo-se amiga de Dudu Borges, Yoná Torres negociara com o produtor um valor abaixo para que Giselle Café lançasse o álbum. A cantora e outros compositores chegaram a pagar R$ 87 mil.

Wesley Safadão

Giselle Café se comunicava com o suposto Dudu Borges por um perfil falso do produtor no WhatsApp. O farsante prometia participações de Wesley Safadão, Luan Santana e Padre Fábio de Melo.

A desconfiança só começou quando Giselle Café recebeu de Yoná Torres um print supostamente de Wesley Safadão dizendo, por mensagens no WhatsApp, que gravaria um hit com a cantora. Ao mostrar a um amigo que conhece o cantor, a veracidade do print, até pela foto de perfil, foi posta em xeque.

Desmascarou

Sem retorno do investimento que fizera nem das músicas que enviara ao suposto produtor Dudu Borges, e desconfiada após o print falso atribuído a Wesley Safadão, numa viagem a São Paulo, Giselle Café foi ao escritório do produtor, quando confirmou que estava mesmo sendo vítima de um golpe. O escritório do produtor, aliás, ofereceu ajuda à cantora e acompanha a investigação.

Defesa

Ao Splash, do UOL, Yoná Torres e seu advogado sustentaram que ela própria foi enganada por alguém que se passou por Dudu Borges.

LEIA TAMBÉM

Wesley Safadão promete ajudar cantora que foi vítima de golpe

Comentários

Últimas notícias