POLÍTICA

Com espaço na TV, Datena descarta chapa com Bolsonaro, critica voto impresso e se coloca como candidato

Apresentador da Band se filiou ao PSL

Romero Rafael
Romero Rafael
Publicado em 04/08/2021 às 20:40 | Atualizado em 04/08/2021 às 21:08
José Luiz Datena - Crédito: Reprodução / Band
José Luiz Datena (PSL) - FOTO: José Luiz Datena - Crédito: Reprodução / Band
Leitura:

José Luiz Datena, apresentador do "Brasil Urgente", da Band, e possível pré-candidato à Presidência da República em 2022, tem o bônus de comandar um programa de TV, e assim poder falar para milhões de brasileiros. Na edição desta terça-feira (3), ele tanto demarcou seu interesse no Planalto quanto criticou Bolsonaro e sua defesa contraproducente e ilegítima para que o Brasil volte ao voto impresso, uma vez que todas as pesquisas e termômetros apontam para a sua derrota nas Eleições 2022.

"Não conte comigo nem passe perto de qualquer convite para desrespeitar as leis e a democracia. Agradeceria o convite e ficaria lisonjeado desde que as pessoas envolvidas fossem democráticas", disse Datena, sobre um suposto convite de Bolsonaro para que juntos compusessem a chapa.

“Como é que você pode ser vice de alguém que fica dizendo que não vai ter eleição. Não é possível. (…) Quando tinha voto em papel no Brasil, tinha uma roubalheira desgraçada. E há quanto tempo Bolsonaro vem sendo eleito pelo voto eletrônico? Para quê voto impresso, que história é essa?", continuou Datena.

Sobre outro convite, que teria partido de Ciro Gomes, também para vice, o apresentador da Band soltou: "Queria avisar que sou candidato à Presidência da República pelo PSL, esse é o detalhe. Muito me honra receber convites para ser vice, mas sou candidato à Presidência".

Datena se filiou ao PSL em julho. O partido, pelo qual foi eleito Bolsonaro, em 2018, é presidido pelo deputad federal pernambucano Luciano Bivar.

 

Comentários

Últimas notícias