Homofobia

Ministério Público de SP denuncia Carlinhos Mendigo por comentários homofóbicos

O humorista foi denunciado por comentários realizados em julho deste ano e, na qual se referia a famílias com pais trans

Rakeche Nascimento
Rakeche Nascimento
Publicado em 18/10/2021 às 16:44
Notícia
Ex-Pânico, Carlinhos Mendigo (Foto: Reprodução/Internet)
Ex-Pânico, Carlinhos Mendigo (Foto: Reprodução/Internet)
Leitura:

O Ministério Público de SP denunciou o humorista Carlinhos Mendigo por comentários homofóbicos nas redes sociais. A postagem, alvo da denúncia, foi feita por ele em julho deste ano e o ex-panico falava “Prefiro ser também órfão do que ser criado por um homem operado se passando também por mulher para querer ser mãe. Não existe jamais amor real nisso”.

Na ação, o promotor da Justiça, Fernando Albuquerque Soares de Souza, afirmou que as publicações são imbuídas de desprezo e ainda sugerem que os homossexuais e os transgêneros são inferiores, que não deveriam ter o direito de adotar. Ele termina a denúncia com um alerta para a sociedade: "Essas afirmações propagam o ódio, incitam a discriminação e induzem ao preconceito e à violação de direitos humanos".

Mendigo também realizou uma postagem, no mesmo dia em questão, que falava a mesma referência, mas citava outras famílias. “Preferia ser órfão do que adotado por uma mulher operada que se passa por homem para ter o privilégio de adotar uma criança”. Uma dessas publicações eram referindo-se a Thammy Miranda, após o ator estrear uma campanha de dia dos pais. 

Em junho deste ano, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) aceitou uma denúncia de crime de LGBTfobia do Ministério Público contra Carlinhos Mendigo.

Comentários

Últimas notícias