Relato

Ruby Rose denuncia supostos abusos e mortes de dublês

A atriz gravou 'Batwoman' e foi a protagonista da série

Ana Anjos
Ana Anjos
Publicado em 20/10/2021 às 15:38
Notícia
Foto: Divulgação | Imagem: Divulgação/DC
A emissora The CW fez questão de escalar uma atriz lésbica para interpretar a personagem - FOTO: Foto: Divulgação | Imagem: Divulgação/DC
Leitura:

Após muitos perguntarem a Ruby Rose sobre voltar à série 'Batwoman', a atriz denunciou supostos abusos e até mortes de dublês no set de filmagem da série. As acusações foram feitas em seu Instagram, nesta quarta-feira (20).

Ruby Rose iniciou o texto marcando as pessoas que citou ao longo da sequência. Além disso, afirmou que irá contar tudo que aconteceu no set, para não acontecer com mais ninguém.

Primeiramente, ela começou a falar sobre Peter Roth. De acordo com a atriz, ele forçava suas funcionárias a passar suas calças a vapor enquanto ele as vestia. Mas, não parou por aí. O produtor contratou um investigador para observá-la, mas foi demitido logo quando viu que a denúncia não batia com a narrativa do presidente da Warner.

Apresentando imagens de exames, a moça escreveu sobre uma lesão que teve no set: "Isso foi diagnosticado anos atrás no set, mas, se eu fizesse um raio-x, 'nós não terminaríamos o dia'. Eu comecei a documentar isso. Eu tenho arquivos para fazer uma hora de documentário. Me diga o que você quer que eu compartilhe, o pescoço quebrado, as costelas quebradas ou tumor?".

Mesmo machucada, Ruby Rose relatou que foi obrigada a voltar apenas dez dias depois de uma cirurgia de risco, que compartilhou o vídeo do dia enquanto falava sobre o assunto. Se a atriz não voltasse nesse tempo determinado, Peter Roth demitiria todos que estavam presentes porque não iria escalar outra pessoa para ser a Batwoman.

Não parou por aí. Segundo a modelo, a emissora CW não permitiu que ela comparecesse à San Diego Comic-Con para promover a série que foi protagonista. Então, precisou gravar um vídeo para o evento justificando sua ausência. Inclusive, nas gravações, recebeu ordens para esconder as cicatrizes da cirurgia.

Além do acidente com Ruby Rose, outros integrantes da equipe também sofreram. "Um colega teve uma queimadura de 3º grau por todo corpo e ninguém nos deu terapia por ver a pele dele cair e então tivemos que fazer uma cena de sexo sem nos darem dois minutos para processar isso. Dois dublês morreram e eu cortei meu rosto tão perto do olho que quase fiquei cega.[..] Uma mulher foi deixada tetraplégica e eles tentaram culpá-la por estar no telefone", contou.

Com todas essas discussões, quem insistiu para continuar as gravações de 'Batwoman' foi a showrunner Caroline Dries. No início da pandemia da covid-19, ainda precisou ir ao set para filmar as cenas. Apesar disso, a mulher que não permitiu o cancelamento visitou o local somente '4 ou 5 vezes' em um ano.

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias