Previna-se

Saiba o que é tromboembolismo pulmonar, causa da internação do cantor Maurílio, que segue respirando por aparelhos

Sertanejo teve que ser socorrido às pressas durante a madrugada desta quarta (15) depois de sentir faltar de ar e dores no peito

Pedro Oliveira
Pedro Oliveira
Publicado em 15/12/2021 às 23:53 | Atualizado em 16/12/2021 às 11:40
Instagram/Reprodução
Mauricio, da dupla com Luiza, segue internado em estado grave - FOTO: Instagram/Reprodução
Leitura:

A internação repentina de Maurílio, da dupla com Luíza, fez muitas pessoas refletirem sobre a causa que levou o cantor a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Isso porque o artista de 28 anos estava participando, durante a última madrugada, da gravação do DVD dos amigos Zé Felipe e Miguel, quando passou mal. 

Maurílio começou, inicialmente, a ter dificuldades para respirar. Depois, a falta de ar se agravou e sentiu fortes dores no peito. Apenas horas depois, no início da noite desta quarta (15), a causa do internamento de Maurílio foi revelada pela equipe médica do hospital particular que ele está em Goiânia.

O artista teve um tromboembolismo pulmonar. As informações foram reveladas pelo último boletim médico e confirmadas pela assessoria de imprensa de Luíza e Maurílio ao Blog Social1.

O que é tromboembolismo pulmonar?

O Blog Social1 procurou um especialista para entender o que levou o cantor a desenvolver os sintomas. De acordo com o pneumologista Alfredo Leitetromboembolismo pulmonar é um coágulo que se forma em uma das pernas e se descola para uma das artérias do pulmão. 

"Por alguns motivo, esse coágulo se solta das veia das pernas, passa pelo coração e vai até as artérias do pulmão. Isso obstrui a circulação de sangue para uma parte deste último órgão", explica o médico. Ele ressalta que, na maioria das vezes, esse tipo de doença acontece em pacientes hospitalizados, mas que, apesar disso, não impede que pessoas que estejam fora das unidades de saúde desenvolvam o problema, como foi o caso do sertanejo Maurílio

E qual os sintomas e como tratar o tromboembolismo pulmonar?

O principal sintoma da tromboembolia pulmonar, ainda segundo o pneumologista, é a falta de ar ou fôlego curto (cansaço). Além disso, o paciente pode ter dor torácica, pode cuspir sangue (hemoptise) e, eventualmente, pode desmaiar.

O tratamento, na maioria das vezes, é muito eficaz. Geralmente é feito com anticoagulantes injetável ou oral no próprio hospital. O paciente pode ter a necessidade, ainda, de continuar o tratamento em casa por alguns meses. 

Como prevenir a doença?

A prevenção da tromboembolia pulmonar é feita, em geral, pela equipe médica. Por isso, Alfredo Leite recomenda que, assim que sentir os sintomas listados acima, o paciente deve recorrer logo a urgência médica. "Quando a pessoa tiver esses sintomas, o paciente não deve tomar um aspirina e ficar em casa. Ele deve ir imediatamente para o hospital", ressalta. 

O especialista pontua ainda que existem atos que podem aumentar as chances de uma pessoa desenvolver esse tipo de complicação médica. "Existem algumas práticas que aumentam as chances da pessoa ter embolia pulmonar mesmo sem estar internado: tabagismo, por exemplo", pontua.

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias