TRISTEZA

Relembre cantores sertanejos que morreram em acidentes trágicos

Nos últimos anos, os fãs da música sertaneja vivem em luto e relembrando as memórias do que se foram

Rayane Domingos
Rayane Domingos
Publicado em 09/05/2022 às 13:32 | Atualizado em 09/05/2022 às 16:32
Reprodução
João Paulo, Cristiano Araújo e Marília Mendonça sofreram acidentes trágicos - FOTO: Reprodução
Leitura:

A música sertaneja sofreu mais uma perda no último sábado (7). Aleksandro, da dupla com Conrado, e mais cinco pessoas faleceram em um acidente de ônibus na rodovia Regis Bittencourt, no interior de São Paulo.

Eles foram mais uma vítima de acidentes trágicos que acontecem com cantores do mundo sertanejo. A fatalidade que acaba levando jovens talentos ainda é uma triste realidade. Relembre os acidentes envolvendo os cantores.

João Paulo, que fazia dupla com Daniel

José Henrique dos Reis, mais conhecido como João Paulo, fez dupla com Daniel durante quase 17 anos. Os dois se tornaram um dos nomes mais notórios da música sertaneja, com vários sucessos gravados.

Mas isso tudo foi interrompido. Em 12 de setembro de 1997, João Paulo retornava para Brotas, cidade que residia, quando o carro que dirigia capotou e pegou fogo. O acidente aconteceu na rodovia dos Bandeirantes, próximo a Franco da Rocha.

Ele ficou preso às ferragens após o capotamento e não conseguiu sair do veículo que pegou fogo. Ele tinha realizado um show, junto com Daniel, em São Caetano do Sul.

O enterro foi realizado na cidade de Brotas e milhares de pessoas se comoveram e estiveram no sepultamento. Ele deixou a esposa Roseli Barbosa, e a única filha, Jéssica Renata dos Reis.

Cristiano Araújo

Outro caso muito notório foi o acidente envolvendo Cristiano Araújo. O cantor sertanejo estava vivendo um bom momento na carreira quando faleceu.

O acidente aconteceu no dia 24 de junho de 2015, em Goiânia. Ele estava no carro junto com a namorada, Allana Moraes, o motorista e o empresário, e voltavam de um show em Itumbiara.

O carro que estava, uma Range Rover, saiu da pista e acabou capotando. As investigações apontaram que ele não usava o cinto de segurança no banco de trás, o que fez eles serem arremessados para fora.

O motorista e o empresário tiveram apenas ferimentos leves, enquanto Cristiano, de 29 anos e Allana, de 19, acabaram falecendo.

Gabriel Diniz

Apesar de ser uma das promessas do forró, Gabriel Diniz se mostrava o cantor versátil e preparado para novos desafios.

Nascido em Campo Grande, se mudou com a família para João Pessoa ainda durante a adolescência. Ele estava no auge da carreira, aproveitando o sucesso de "Jenifer" quando a tragédia aconteceu.

No dia 27 de maio de 2019, após fazer um show em Feira de Santana, na Bahia, ele pegou um monomotor com destino a Maceió. Lá, ele ia encontrar a namorada para comemorar o aniversário.

Porém, a aeronave caiu em Estância, no sul de Sergipe, e causou a morte dele, do piloto e copiloto. O impacto da queda foi a causa da morte das vítimas, que sofreram com vários traumatismos no corpo. Após investigações, a ANAC concluiu que o monomotor que transportava Gabriel fazia táxi aéreo ilegal.

A morte do cantor, aos 28 anos, causou uma comoção nacional e até hoje é lembrado com muita saudade pelos fãs.

Henrique, da dupla com Netto

Apesar de não ter o sucesso como dos outros já citados, o mundo sertanejo vivenciou uma perda precoce em 2020. No dia 02 de março de 2020, o cantor Henrique, da dupla com Netto, faleceu após 22 dias internados.

Ele sofreu um traumatismo craniano após um acidente de carro. Henrique tinha 22 anos quando o acidente aconteceu. O sertanejo dirigia pela Avenida Navarro de Andrade, em Santa Fé do Sul (SP), quando bateu na traseira de uma caminhonete.


Marilia Mendonça

A morte de Marilia Mendonça ainda machuca o coração dos fãs, e de todo o povo brasileiro. Vivendo o auge da carreira, a vida de uma das maiores representantes do feminino do país faleceu, aos 26 anos.

No dia 05 de novembro de 2021, um táxi aéreo saiu de Goiânia para Caratinga, interior de Minas Gerais, quando caiu. Além dela, o produtor, o tio, e piloto e copiloto faleceram em decorrência do impacto da aeronave no solo.

As investigações concluíram que a aeronave se chocou com uma rede elétrica já próximo ao momento de pousar.

Comentários

Últimas notícias