suspensão temporária

Elon Musk reitera comprometimento com compra do Twitter, após suspender negócio

No mês passado, o empresário fechou acordo para adquirir a rede, em uma transação avaliada em US$ 44 bilhões

Ana Maria Miranda
Cadastrado por
Ana Maria Miranda
Publicado em 13/05/2022 às 13:04
Reprodução.
Elon Musk informou que ainda está comprometido com a compra da rede social - FOTO: Reprodução.
Leitura:
Do Estadão Conteúdo
 
O CEO da Tesla, Elon Musk, assegurou, nesta sexta-feira, 13, que ainda pretende comprar o Twitter, horas depois de anunciar que o negócio estaria temporariamente suspenso.
"Ainda estou comprometido com a aquisição", escreveu, em publicação na rede social. Mais cedo, Musk havia afirmado que aguarda detalhes sobre os cálculos de que as contas falsas e de spam representam menos de 5% dos usuários da plataforma.
 
No mês passado, o empresário fechou acordo para adquirir a rede, em uma transação avaliada em US$ 44 bilhões. Por volta das 9h05 (de Brasília), a ação do Twitter despencava 10,07% no pré-mercado da Bolsa de Nova York.
 
Em 5 de maio, foi anunciado que Musk havia conseguido US$ 7,14 bi em financiamento para a compra do Twitter. Dezenove investidores se comprometeram a levantar os recursos. Entre os principais, está o príncipe da Arábia Saudita al-Waleed bin Talal.
 
Estes recursos cortam pela metade a soma que Elon Musk precisa pegar emprestado em contrapartida à parte de suas ações da Tesla, e reduz a quantia que ele deverá colocar pessoalmente (cerca de US$ 20 bilhões). Musk vendeu US$ 4,4 bilhões em ações da Tesla após anunciar compra da rede social.

Últimas notícias