Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

PATRIMÔNIO

Banco Santander deve retirar painel de Brennand do Centro do Recife

Mural 'Batalha dos Guararapes' deve ser retirado em breve da Rua das Flores, no bairro de Santo Antônio

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 01/10/2021 às 12:15
Notícia
Cortesia
Mural da Batalha dos Guararapes, de Francisco Brennand, fica na Rua das Flores - FOTO: Cortesia
Leitura:

O mural Batalha dos Guararapes, de Francisco Brennand, deve ser retirado em breve do Centro do Recife. Isso acontece após o Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural - CEPPC/PE, com nove votos favoráveis e cinco contrários, aprovar pedido do Banco Santander, que deve colocá-lo na sua agência, em Boa Viagem.

Atualmente, a obra ocupa a Rua das Flores, no bairro de Santo Antônio, área central do Recife, e se tornou Patrimônio Cultural de Rigorosa Preservação de Pernambuco. O mural foi feito em 1962 e conta com 33 metros de comprimento por 2,5 metros de altura. A decisão favorável ao banco foi por maioria, a despeito do posicionamento contrário do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Pernambuco. 

A obra de Brennand foi adquirida em 1971 pelo Banco da Lavoura, em seguida passou ao Banco Real e, pouco depois, se tornou posse do Banco Santander. O mural está em processo de tombamento aberto desde 2014, o que lhe lhe traria garantias similares a de proteção dos bens já tombados.

Ao Blog, Antônio Campos, presidente da Fundaj, comenta: "Estaremos pedindo reconsideração ao Conselho da decisão, comunicando ao Ministério Público Estadual e Federal para acompanhar o caso e pedindo audiências públicas na Câmara Municipal e na Assembleia Legislativa. Estaremos pedindo o tombamento federal ao IPHAN, de tal mural, em caráter de urgência, ante a sua importância cultural e histórica, com medidas cautelares de proteção".

O Conselho de Política Cultural de Pernambuco procurou a reportagem e explicou que a decisão não foi de sua competência. Foi explicado que existem três conselhos estaduais atuantes. Sobre o assunto, o pertinente é o Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural - CEPPC/PE. O equívoco já foi corrigido.

"Não compete a este Conselho discernir, deliberar e votar questões de Patrimônio seja Material ou Imaterial", explicou Jocimar Gonçalves, presidente do Conselho Estadual de Política Cultural de Pernambuco.

Fundaj pede ao Iphan tombamento do Mural Batalha dos Guararapes, de Brennand

No dia primeiro de outubro, Antônio Campos, presidente da Fundaj, pediu o tombamento do mural ao IPHAN/Superintendência do IPHAN no Estado de Pernambuco

A Constituição Federal em seu Art. 216. diz: Constituem patrimônio cultural brasileiro os bens de natureza material e imaterial, tomados individualmente ou em conjunto, portadores de referência à identidade, à ação, à memória dos diferentes grupos formadores da sociedade brasileira...

 

Veja as considerações do pedido:

1 – Feito em 1962, com 33 metros de comprimento e 2,5 metros de altura, o Mural intitulado “Batalha dos Guararapes” está localizado num espaço urbano qualificado, no Bairro de Santo Antônio, berço histórico e urbanístico do Recife, onde se mesclam praças centenárias, edificações antigas e modernas. Os Bairros de Santo Antônio e São José formam a Zona Especial de Preservação do Patrimônio Histórico-Cultural - ZEPH 10 com sítios, ruínas e conjuntos antigos de relevante expressão arquitetônica civil e religiosa, histórica, cultural e paisagística tombados.

2 - O Mural “Batalha dos Guararapes” é um bem integrado, parte indissolúvel do Edifício Tiradentes, que por sua vez é marco da arquitetura moderna, localizado na área direta de outros bens culturais tombados pelo IPHAN.

3 – O Mural é uma obra de arte confecciona por um dos maiores artistas plásticos brasileiros, Francisco Brennand para retratar um dos mais importantes acontecimentos históricos da nacionalidade, a memorável “Batalha dos Guararapes”. O Mural também possui poemas de Ariano Suassuna ("Guararapes") e César Leal ("Saudação do Comandante de Campo Barreto de Menezes").

4 – O Mural já é tombado em esfera estadual, mas em razão do seu valor artístico e histórico merece o reconhecimento de bem tombado federal.

 

Comentários

Últimas notícias