Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

OPORTUNIDADE

Prefeitura do Recife abre seleção simplificada para 500 vagas

O processo seletivo foi autorizado pelo prefeito João Campos nessa segunda (4).

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 05/10/2021 às 8:56
Notícia
YACY RIBEIRO/ JC IMAGEM
PREFEITURA Gestão diz que economia será de R$ 3,2 milhões por mês, o que incrementará investimentos - FOTO: YACY RIBEIRO/ JC IMAGEM
Leitura:

A Prefeitura do Recife abriu nesta terça-feira (5) seleção simplificada para a contratação de 500 novos professores. A medida acontece através da Secretaria de Educação. A inscrição custa R$ 24 e segue aberta até o dia 7 de novembro, devendo ser realizada pelo site do Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro - IDIB. O processo seletivo foi autorizado pelo prefeito João Campos nessa segunda (4).

Das 500 vagas disponíveis, 400 são para professores I, o que contempla a Educação Infantil e o Ensino Fundamental - Anos Iniciais. As outras 100 vagas são para professores II, , contemplando o Ensino Fundamental - Anos Finais. 

Como consta no edital, o processo seletivo é realizado em etapa única, eliminatória e classificatória, contemplando a avaliação de experiência profissional e avaliação de títulos. Os salários são de R$4.603,50 para cumprir-se carga horária de 270 horas/aulas.

Os requisitos para a contratação são:

  • ser brasileiro ou gozar das prerrogativas previstas no art. 12 da Constituição Federal
  • ter idade mínima de 18 anos
  • estar em dia com as obrigações eleitorais
  • estar quite com o serviço militar, quando do sexo masculino
  • estar apto física e mentalmente para o exercício das atribuições da função
  • não acumular funções, empregos ou cargo público, em qualquer esfera de Governo ou em qualquer Poder, salvo nos casos constitucionalmente permitidos
  • não estar cumprindo o prazo de interstício determinado pela Lei 18.122/2015, em seu art. 10, no ato da contratação, respeitado ainda o teor do subitem 13.1.1
  • não registrar antecedentes criminais e se encontrar no pleno exercício de seus direitos civis e políticos
  • ser aprovado na etapa de caráter eliminatório e classificatório, denominada Avaliação de Experiência Profissional e de Títulos, que antecede a contratação

Comentários

Últimas notícias