ELEIÇÕES 2022

Deltan Dallagnol renuncia ao MP para concorrer nas eleições de 2022

Deltan Dallagnol renuncia ao MP para concorrer nas eleições de 2022

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 04/11/2021 às 16:03
PEDRO DE OLIVEIRA/ALEP
Deltan é ex-coordenador da Lava Jato em Curitiba - FOTO: PEDRO DE OLIVEIRA/ALEP
Leitura:

Deltan Dallagnol será candidato nas eleições de 2022 após renunciar ao Ministério Público. A saída da instituição foi confirmada pelo próprio ex-procurador da República, conhecido pela sua atuação como coordenador da operação Lava Jato. A candidatura à Câmara dos Deputados, porém, foi noticiada pela colunista Eliana Castanhêde, do Estadão.

"Após mais de 18 anos de trabalho em amor ao próximo, estou saindo do Ministério Público e queria contar a você o porquê. Minha vontade é fazer mais, fazer melhor e fazer diferente diante do desmonte do combate à corrupção que está acontecendo", disse Deltan Dallagnol no seu Twitter.

Em vídeo publicado no YouTube, ele diz que a decisão de deixar o Ministério Público não foi fácil, mas não fala em candidatura: "Os instrumentos de trabalho para alcançar a Justiça vem sendo enfraquecidos. (...) Por isso eu creio que posso fazer mais para a sociedade fora do Ministério Público, lutando com mais liberdades pelas causas em que acredito".

Deltan Dallagnol, segundo a colunista Eliana Castanhêde (Estadão), vai disputar uma vaga na Câmara dos Deputados. Recentemente, ele sofreu algumas derrotas, como censura do Conselho Nacional do Ministério Público, mas deve apostar no discurso anticorrupção.

Espera-se de Dallagnol, figura lavajatista e evangélica, a filiação ao Podemos, mesmo partido pelo qual Sérgio Moro disputará a eleição presidencial do próximo ano.

Comentários

Últimas notícias