ASSISTA

Vídeo: confusão em Paulista após votação da Nova Previdência Municipal

Votação ocorreu nessa terça-feira (9)

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 10/11/2021 às 15:10
UGT/Divulgação
No Recife, João Campos também promoveu ajustes na previdência dos servidores - FOTO: UGT/Divulgação
Leitura:

Após posicionar-se de forma favorável à Nova Previdência Municipal, Edinho Araújo (PSB), presidente da Câmara dos Vereadores do Paulista, foi hostilizado no final dessa terça (9) ao deixar a Casa de Torres Galvão. Cerca de 200 servidores se reuniram e acompanharam a votação da proposta.

A Nova Previdência Municipal foi elaborada pela Prefeitura e taxa os servidores em 14%, atingindo também os aposentados e pensionistas. Ela foi aprovada com dez votos favoráveis contra dois contrários e três ausências.

Quando Edinho Araújo tentou sair da Casa de Torres Galvão, deu-se início a uma confusão. Vídeo mostra pessoas trocando empurrões e o parlamentar sendo chamado de "bandido" pelos manifestantes. 

Além de Edinho, nove vereadores apoiaram a reforma proposta pela gestão do prefeito Yves Ribeiro (MDB). São eles:

  • Vanvan (PL)

  • Márcio Freire (Patriota)

  • Marcelly da Aquarela (PDT)

  • Cassiane (PCdoB)

  • Raul (PMN)

  • Itamar das Montanhas (Cidadania)

  • Phelipe Oião (PL)

  • Eudes Farias (PSB)

  • Regi da União (Patriota)

Foram contrários à medida os parlamentares Fabiano Paz (PSB) e Flávia Hellen (PT), enquanto Irmã Iolanda (PSB), Irmão Fal (MDB) e Camelo do Seguro (PSB) não compareceram à votação.

Comentários

Últimas notícias