Blog O Viral
O Viral

Se tem um repórter que não vive sem pauta, é o Viral. De notícias curiosas às novidades do seu seriado ou filme favorito, tá tudo aqui.

VER PERFIL
Vai um leitinho aí?

Sem cerveja: leite é o hit nos bares e encontros em Ruanda

No País, leitarias estão espalhadas pelo País. Além disso, os bares que serve leite estão entre os mais procurados pelo público

Adige Silva
Adige Silva
Publicado em 22/10/2021 às 18:39 | Atualizado em 22/10/2021 às 18:39
PIXABAY
Leite é a bebida preferida dos ruandenses - FOTO: PIXABAY
Leitura:

*Com informações do O Globo

Enquanto no Brasil a bebida mais pedida nos bares é a cerveja, em Ruanda, pequeno país da África central, o cenário é diferente. A bebida preferida de lá? Um bom copo de leite.

“Adoro leite. O leite acalma. Reduz o estresse e tem propriedades cicatrizantes", afirma Jean Bosco Nshimyemukiza, mototaxista, em entrevista ao Estadão. Enquanto fala, o líquido deixou um bigode branco em seu lábio superior.

Na Ruanda, leitarias estão espalhadas pelo País. Além disso, os bares que servem leite estão entre os mais procurados pelo público.

Homens e mulheres, crianças, idosos sentam-se nos bancos e cadeiras e desfrutam de da deliciosa bebida. Fresco ou fermentado, parecido a um iogurte, que é conhecido localmente como "ikivuguto".

Os "bares de leite" são recentes, com disseminação nesta década. No entanto, a tradição de beber leite faz parte da cultura e da história de Ruanda e se incorporou em sua idade moderna, além de impulsionar a economia.

“Venho às leiterias e sou tomado pela nostalgia e as lembranças da infância", comenta Steven Muvunyi, morador do Oeste do país.

Apesar da alta do setor sofreu bastante com a pandemia de covid-19. Por causa do lockdown adotado pelo governo ruandense, as leitarias ficaram fechadas por muito tempo. Além disso, a crise climática que atinge o país, provoca escassez de alimentos para as vacas.

No entanto, com o avanço da vacinação, o negócio local - um tanto inusitado - vai melhorando.

“As leiterias nos aproximam. E voltaremos a esses bares para beber mais leite.", Ngabo Alexis Karegeya, jovem morador local.

Comentários

Últimas notícias