Blog O Viral
O Viral

Se tem um repórter que não vive sem pauta, é o Viral. De notícias curiosas às novidades do seu seriado ou filme favorito, tá tudo aqui.

VER PERFIL
VÍRUS

Fisiculturista morre de Covid-19 após não tomar vacina acreditando que nada aconteceria por ser 'sarado'

O homem deixou uma última mensagem para a sua irmã gêmea

Maria Luísa Fernandes
Maria Luísa Fernandes
Publicado em 07/12/2021 às 15:36
Notícia
Reprodução
Homem morre após não tomar vacina do Covid-19 - FOTO: Reprodução
Leitura:

Uma mulher compartilhou a última mensagem deixada por seu irmão gêmeo logo após ele morrer para a Covid-19. O homem era fisiculturista e bastante obcecado em ser fitness, mas acreditava que não podia contrair o vírus por ser saudável e estar em forma. Por esse motivo, ele não havia nem ao menos tomado a primeira da vacina contra covid. 

O fisiculturista John Eyers, de 42 anos de idade, era morador de Southport, na Inglaterra. O homem realmente tinha em mente que não precisava ser vacinado, acreditando que só sofreria de uma "doença leve" se um dia contraísse o vírus. 

A sua irmã, Jenny McCann, chegou a revelar a trágica mensagem em que ele mandou, implorando para que ela não deixasse os médicos "desistirem" dele. A família de John ficou completamente chocada quando o homem, que já tinha um filho, foi levado para o hospital e morreu após quatro semanas. 

Durante uma entrevista com o jornal britânico "The Guardian", Jenny explicou que chegou a falar com seu irmão, que também era um grande alpinista, antes de ser sedado e disse que o amava muito. Na última mensagem deixada para a sua irmã no dia 27 de julho, John apenas disse: "Não os deixe desistir de mim".

Durante sua internação no hospital, John contraiu uma infecção e seus órgãos começaram a falhar. Jenny costumava descrever o irmão como a pessoa "mais apta" e "mais saudável" que ela já conheceu. "O único problema de saúde pré-existente que ele tinha era a crença na própria imortalidade", lamentou Jenny, que já se vacinou contra o Covid-19.

Informações: Extra. 

Comentários

Últimas notícias