Blog O Viral
O Viral

Se tem um repórter que não vive sem pauta, é o Viral. De notícias curiosas às novidades do seu seriado ou filme favorito, tá tudo aqui.

VER PERFIL
Viral

Doutor em engenharia agronômica busca emprego nas ruas do Recife

Conheça o doutor em engenharia agronômica, que procura por um emprego no Bairro das Graças, em Recife.

Bia Freire
Cadastrado por
Bia Freire
Publicado em 18/03/2022 às 12:07 | Atualizado em 18/03/2022 às 12:13
Reprodução/ Twitter @renatorbarros
O homem, de 43 anos, vive em Recife desde 2019 - FOTO: Reprodução/ Twitter @renatorbarros
Leitura:

Silvio Douglas Ferreira, de 43 anos, viralizou nas redes sociais depois de aparecer em um post no Twitter afirmando que estava procurando um emprego.

Porém, o que chamou a atenção de internautas foi o fato de o homem ser um técnico e engenheiro agrônomo com doutorado.

LEIA MAIS: EMPREGO: empresa de tecnologia abre 70 vagas de emprego para mulheres; veja como concorrer

Afinal, o que uma pessoa com doutorado estaria fazendo com uma placa no sinal?

Com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos seus pais, Silvio sempre se esforçou e estudou bastante, no entanto, concretizar o seu objetivo não está sendo fácil.

O engenheiro concedeu uma entrevista para o Portal NE10, e falou sobre o assunto. 

"Eu não podia ficar assim [sem emprego]. Eu tenho minha dignidade. Então, eu resolvi recorrer a boa e vela plaquinha", disse Silvio durante a entrevista.

O sonho começou na infância

Silvio nasceu na cidade de Timbaúba, na Zona da Mata de Pernambuco, mas dos 9 aos 11 anos morou no interior da Paraíba com os seus pais, que são produtores rurais e têm um sítio, onde ele pegou gosto pela agropecuária.

LEIA MAIS: Engenheiros lutam por salário mínimo profissional da categoria

Foi então que, com 21 anos, ele fez um curso técnico em agropecuária na UFPB, no Campus de Bananeiras.

Após o término do curso, Silvio estagiou em uma fazenda, em Ceará Mirim, no Rio Grande do Norte. Três meses depois, ele foi contratado para ser assistente técnico de vendas da empresa Pfaizer Produtos Animais, onde passou quatro anos dando suporte em fazendas.

Em 2008 ele passou no vestibular

Com 29 anos, o homem passou no vestibular da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) para o curso de engenharia agronômica.

Porém, no final daquele ano, o engenheiro se mudou para o Paraná, devido ao realocamento de sua esposa que trabalha em quarteis militar. E ele continuou cursando a graduação na Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

Aos 34 anos, Silvio concluiu a graduação. Após isso, o agrônomo fez mestrado e doutorado, ambos focados no estudo do comportamento das plantas daninhas. 

Em 2019 ele se mudou mais uma vez

Por causa do trabalho da esposa, com quem ele está casado há 12 anos, Silvio se mudou mais uma vez, desta vez, para Recife.  Foi na capital pernambucana que o homem se viu desempregado. 

A dificuldade em arrumar um emprego na capital já era prevista, mas a chegada da pandemia dificultou ainda mais a busca por emprego do engenheiro, que buscava trabalho em vários sites mas não obtinha respostas.

VEJA TAMBÉM: Mãe solo viraliza por procurar emprego com um cartaz nas ruas de Brasília: ‘não sei como será mês que vem’

"Minha esperança era que houvesse processo seletivos para dar aulas em faculdades ou universidades. Mas só consegui me inscrever em um, mas tinha apenas uma vaga. Fiquei em 3º lugar", afirmou.

Sem conseguir um trabalho pelo Recife, Silvio focava em seus artigos de doutorado e em palestras para faculdades. Então, resolveu recorrer a 'boa e velha' plaquinha.

Há cerca de 30 dias, uma vez por semana, o homem vai com sua placa onde ele mostra o seu número de telefone e afirma que está em busca de um emprego.

Foi em uma destas idas para uma rua no Bairro das Graças que o jornalista Renato Barros registrou o momento que Silvio estava com a placa nas mãos. A foto acabou viralizando nas redes sociais.

Veja o post:

Renato estava parado no semáforo quando se deparou com o apelo de Silvio.

"Costumo ver muitos cartazes na rua, mas foi minha mãe quem me chamou a atenção pra o caso. Quando olhei e vi as qualificações do homem, tomei um susto. Não é comum ver uma pessoa com curso técnico, superior e um doutorado pedindo emprego na rua com um cartaz", explicando que achou necessário divulgar para ajudar.

"Certamente, ele se esforçou muito nos estudos. Divulgar a procura dele era o mínimo que podia fazer", completou.

Oportunidades surgiram

O tweet, que foi publicado nesta quinta-feira (17), trouxe oportunidades para o engenheiro agrônomo.
"Hoje foi o dia que eu mais recebi propostas de emprego", disse ele.

O que Silvio realmente quer é um trabalho no Recife para ficar perto da filha, de 9 anos, e de sua esposa.

Páginas no Instagram

O engenheiro também possui duas páginas no Instagram, onde ele fala sobre agronomia.

 

 

Últimas notícias