Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

Hélio dos Anjos afirma que quer mais força e intensidade no elenco do Náutico

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 06/02/2021 às 11:00
Hélio pediu que a torcida do Náutico tenha calma em relação a permanência de alguns jogadores.
Foto: Caio Falcão/Náutico
Hélio pediu que a torcida do Náutico tenha calma em relação a permanência de alguns jogadores. Foto: Caio Falcão/Náutico
Leitura:

Neste momento que antecede o início de uma nova temporada, a torcida do Náutico está atenta à movimentação do clube na preparação do elenco que vai entrar em campo pelo Timbu nas competições que estão por vir. A formação, ou melhor, a reformulação desse grupo começou ainda antes da temporada de 2020 acabar, com a renovação do contrato do técnico Hélio dos Anjos. Agora, com forte participação dele, o alvirrubro move as peças e já sinalizou que deve manter, pelo menos, 80% do elenco que terminou a Série B do ano passado. Em entrevista ao repórter Antonio Gabriel, da Rádio Jornal, o treinador especificou que quer mais força no setor de meio de campo, que precisará contratar mais um zagueiro e também que buscará peças nas categorias de base.

>> "Tem capacidade de humanizar o ambiente de trabalho", diz Hélio dos Anjos sobre o Náutico

>> Kieza é sondado por clube da Série A, mas empresário indica permanência no Náutico

>> Diógenes Braga destaca que renovação do Náutico com goleiro Anderson só depende do Athletico

Hélio pediu que a torcida do Náutico tenha calma em relação a permanência de alguns jogadores e tranquilizou que o trabalho tem sido feito com bastante diálogo entre ele e a direção do clube. "Eu estudei isso durante 70 dias, passei para a direção o meu pensamento, a direção também tem toda liberdade de falar 'não'. A montagem é assim, estamos discutindo constantemente. Eu quero dar mais força no setor de meio campo, eu quero ter uma competitividade maior, tanto na marcação quanto na criatividade", disse.

Ainda sobre o meio de campo, o comandante alvirrubro detalhou que precisa trazer jogadores com nível físico mais alto ou igual ao de alguns que vão permanecer. Hélio espera contar com mais alternativas de atletas que tenham intensidade maior. "Isso que é revitalizar um grupo. Ponho sempre da seguinte forma: tenho Jean, Vinícius, Erick e Kieza e junto com esses jogadores eu preciso colocar um pouco mais de força física, aquele atacante que muitas vezes arrasta", disse.

"Lembro bem de Romário no final da carreira. Ele este com Bebeto no Vasco, mas ele sempre preferia jogar com o Euller porque ele arrastava. Bebeto era da mesma característica dele no final de carreira e foram muito campões juntos, em um momento de muita qualidade deles, na Copa de 1994, mas no final da carreira deles, ele um exímio matador, quer um jogador que arrasta e limpa a jogada para ele concluir, porque ele é um mestre disso", exemplificou Hélio.

Já sobre o setor defensivo, o comandante do Timbu afirmou que atualmente conta com três zagueiros, vai precisar contratar mais um e o quinto zagueiro será oriundo das categorias de base do clube. Em outra entrevista, Hélio disse que gosta de trabalhar com cinco zagueiros no elenco. E sobre buscar peças formadas na casa, o técnico destacou que tem existido bastante diálogo com quem cuida base alvirrubra. "Estou puxando da base o jogador que será o quinto zagueiro, com ótimas informações do Levi (Gomes), com a orientação que eu recebi do próprio Dudu Capixaba (técnico da equipe Sub-20 do Náutico), que faz esse elo de ligação com a gente", disse.

Assim como a zaga, as laterais do Timbu também devem ser servidas pela base. Segundo o treinador, se o lateral-direito Hereda permanecer no clube, ele poderá ainda contar os garotos Tássio e Bahia. "Dois meninos com características totalmente diferentes um do outro e daqui a pouco é a oportunidade de a gente fortalecer esse setor oriundo do trabalho belíssimo que está sendo feito na base", completou.

Completando suas análises sobre a reformulação do elenco do Náutico, Hélio dos Anjos reforçou que deseja mais intensidade e força no setor de marcação e também no setor criativo do time. Para isso, ele afirmou que conta com o trabalho do recém-chegado executivo de futebol Ari Barros e do vice-presidente do clube, Diógenes Braga, que tem se lançado junto com Ari nas pesquisas e negociações. O trabalho dessa fase da temporada tem ainda o reforço do departamento de análise de desempenho, que repassa dados para a contratação, mas como Hélio faz questão de frisar, "não define contratação", mas passa informações que serão analisadas e discutidas sobre o time como um todo e jogadores em específico.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O NÁUTICO

Últimas notícias