Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

OPINIÃO

Partida contra o Internacional foi uma ducha de água fria para o Sport...começando pela escalação

Nada contra jogar com três zagueiros, mas desde que se tenha dois laterais com bom aproveitamento ofensivo, sobretudo quando se joga em casa

Marcos Leandro
Marcos Leandro
Publicado em 13/09/2021 às 23:54
Artigo
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Patrick fez o gol do Internacional contra o Sport no estádio da Ilha do Retiro - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

O empate contra o Athletico-PR na Arena da Baixada na rodada anterior deixou uma imagem boa do Sport de Gustavo Florentín. A expectativa aumentou para a estreia do treinador paraguaio na Ilha do Retiro. Só que o jogo contra o Internacional, nesta segunda (13), foi uma ducha de água fria. Começando pela escalação.

Nada contra jogar com três zagueiros, mas desde que se tenha dois laterais com bom aproveitamento ofensivo, sobretudo quando se joga em casa. O que não é o caso de Hayner e muito menos de Sander. Chegam muito ao ataque, mas erram passes, cruzamentos ou não tomam a decisão correta.

A outra novidade, Everton Felipe no meio de campo, dá para entender. Florentín quer um time mais rápido na transição. O problema é que Everton Felipe não está bem tecnicamente. E aí o jogo também não fluiu pelo meio.

No segundo tempo, já com dois zagueiros, o time melhorou um pouco. Teve duas grandes chances de empatar, com Mikael, em cabeçada defendida pelo goleiro, e no chute de Trelléz na trave. Mas como a fase também não ajuda, o empate não veio. O Inter venceu por 1x0 e a permanência na Série A vai ficando cada vez mais difícil.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SPORT

Comentários

Últimas notícias