Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

DÍVIDA

Corinthians deve quase R$ 5 milhões à clube italiano e é acionado pela Fifa; entenda

Dívida do Corinthians com o Torino, da Itália, envolve a venda do zagueiro Danilo Avelar

Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 02/12/2021 às 14:51
RODRIGO COCA/ AG. CORINTHIANS
Danilo Avelar pertencia ao Torino antes de chegar ao Corinthians - FOTO: RODRIGO COCA/ AG. CORINTHIANS
Leitura:

ESTADÃO CONTEÚDO

O Corinthians foi acionado pela Fifa por não ter pagado a última parcela da compra do zagueiro e lateral-esquerdo Danilo Avelar. Time que vendeu o jogador ao time brasileiro, o Torino cobra o valor de 750 mil euros (cerca de R$ 4,7 milhões, pelo câmbio atual). A equipe paulista não se manifestou sobre o caso.

De acordo com o site MeuTimão, a diretoria corintiana tentou fazer um acordo amigável com o time italiano, mas não teve sucesso. A dívida pode chegar a R$ 5 milhões por causa do atraso no pagamento.

>> Tirou onda! Carlinhos Bala marca, vence Desafio do Xerife e alfineta Viola; assista aos lances

>> Vale o investimento? Soteldo é oferecido a gigante brasileiro e diretoria toma decisão importante; veja

Avelar chegou ao Corinthians em julho de 2018 por empréstimo. Um ano depois, o jogador foi contratado em definitivo por 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 10 milhões). A primeira parcela foi quitada em março deste ano, com atraso. E a segunda, motivo da reclamação formal do Torino junto à Fifa, ainda não foi paga.

Na ocasião do acerto, Avelar assinou contrato de três anos com o time paulista, até 31 de dezembro de 2022. O jogador, contudo, não está defendendo o Corinthians desde junho por conta de um caso de racismo. Afastado, segue treinando com o grupo, mas fora dos planos do técnico Sylvinho.

A diretoria trabalha para negociar o jogador por empréstimo no início de 2022, mantendo o vínculo em definitivo com o time paulista ao menos até o fim do contrato.

Comentários

Últimas notícias