Blog do Torcedor - Tudo de Brasileirão, futebol internacional, Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes
Torcedor

Notícias do Brasileirão; de Náutico, Santa Cruz e Sport; e futebol internacional. Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes com análise, interatividade e opinião

Cruzeiro

Vai falir? Cruzeiro de Ronaldo Fenômeno revela dívida"bilionária" à justiça; confira

Declaração foi dada em processo litigioso envolvendo ex-atleta do feminino

Victor Peixoto
Victor Peixoto
Publicado em 21/03/2022 às 11:53 | Atualizado em 21/03/2022 às 16:17
DIVULGAÇÃO / CRUZEIRO
Ronaldo Fenômeno assumiu o comando do Cruzeiro em dezembro - FOTO: DIVULGAÇÃO / CRUZEIRO
Leitura:

Mesmo com a boa fase dentro de campo, os bastidores do Cruzeiro seguem conturbados e apresentando problemas para a gestão de Ronaldo Fenômeno.

Em ação litigiosa envolvendo um ex-jogadora do time feminino, o clube declarou, e apresentou documentos que corroboram com a declaração, que possui uma dívida de quase R$ 1 bilhão, mais precisamente R$ 816 milhões.

A declaração foi dada como argumento para conseguir a gratuidade processual, dado que o clube não teria condições financeiras para arcar com os custos do processo. Os documentos apresentados apresentaram os números apurados por uma auditoria independente, que constatou as seguintes dívidas.

R$ 118 milhões em empréstimos e financiamentos.

R$ 242 milhões em obrigações fiscais.

R$ 140 milhões em débitos trabalhistas.

Esses valores se somam, segundo o UOL Esporte, a R$ 135 milhões em contas a pagar, R$ 167 milhões em contingencias trabalhistas e cíveis e, por fim, R$ 11 milhões devidos a fornecedores.

Quanto Ronaldo Fenômeno quitou?

O Cruzeiro afirmou ainda que Ronaldo Fenômeno, que adquiriu 90% da SAF do clube em dezembro, já quitou R$ 22 milhões em dívidas da Raposa e utilizou o fato como reforço do argumento para não arcar com as custas processuais.

"Os valores extremamente alarmantes correspondem a apenas uma parcela das dívidas perante a Fifa. Os R$ 22 milhões foram prontamente despendidos para que o Cruzeiro continuasse operando. Ocorre que tal aporte é irrisório diante do colapso financeiro iminente", disse o clube em sua argumentação.

Por fim, o clube ainda informou que tem custos fixos elevados e fluxo de caixa irregular e incerto, que varia de acordo com as receitas recebidas pelo clube, o que passa diretamente por plano de associados, bilheteria e premiações de campeonatos, naturalmente variáveis.

Comentários

Últimas notícias