Blog do Torcedor - Tudo de Brasileirão, futebol internacional, Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes
Torcedor

Notícias do Brasileirão; de Náutico, Santa Cruz e Sport; e futebol internacional. Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes com análise, interatividade e opinião

VIOLÊNCIA

Atleta do Palmeiras sofre ameaças e tem carro apedrejado próximo ao CT

O Palmeiras emitiu comunicado sobre o caso de violência

Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 17/05/2022 às 15:12
CESAR GRECO/PALMEIRAS
Jorge e Abel Ferreira durante treinamento no CT do Palmeiras - FOTO: CESAR GRECO/PALMEIRAS
Leitura:

O lateral-esquerdo Jorge, do Palmeiras, sofreu ameaças e teve carro apedrejado nas redondezas do CT do Verdão, em São Paulo, na manhã desta terça-feira (17).

Segundo nota emitida pelo clube, o atleta - que conduzia o carro rumo ao centro de treinamento - foi abordado por dois indivíduos não identificados. Os suspeitos ameaçaram Jorge verbalmente e danificaram o veículo.

Policiais federais que passavam pelo local viram o ataque acontecer e foram socorrer o atleta, que não se feriu. Jorge foi escoltado pelos policiais até o CT e uma nova viatura da PF esteve no local.

Ainda em comunicado, o Palmeiras repudiou o "ataque covarde" contra o atleta do clube. "[O Palmeiras] tomará todas as providências jurídicas e criminais para que os infratores sejam identificados e punidos com o rigor da lei", ressaltou a presidente Leila Pereira, na nota.

Jorge chegou ao Palmeiras em julho do ano passado, mas teve poucas oportunidades em campo, já que chegou a sofrer com uma lesão no joelho.

O lateral esteve em campo nas últimas três partidas com o Verdão: na vitória sobre o RB Bragantino (2x0 pelo Brasileirão), sobre a Juazeirense (2x1 pela Copa do Brasil) e no empate diante do Fluminense (1x1 pelo Brasileirão).

Confira a nota do Palmeiras na íntegra

"O lateral-esquerdo Jorge foi vítima, na manhã desta terça-feira (17), de um inaceitável episódio de violência praticado por dois indivíduos nas cercanias da Academia de Futebol. O jogador teve o vidro do carro danificado e sofreu ameaças verbais.

A Sociedade Esportiva Palmeiras repudia veementemente este ataque covarde contra o nosso atleta e tomará todas as providências jurídicas e criminais para que os infratores sejam identificados e punidos com o rigor da lei.

Sabemos que este ato não representa a torcida palmeirense. É inadmissível, contudo, que casos de agressão tenham se tornado rotina no futebol brasileiro nos últimos tempos.

A violência não pode ser normalizada; ao contrário, precisa ser combatida com a união de todos os envolvidos no ambiente esportivo.

Somos uma família: a Família Palmeiras! Quando um dos nossos é agredido, todos também somos!

Leila Pereira".

Comentários

Últimas notícias