Blog do Torcedor - Tudo de Brasileirão, futebol internacional, Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes
Torcedor

Notícias do Brasileirão; de Náutico, Santa Cruz e Sport; e futebol internacional. Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes com análise, interatividade e opinião

Seleção Brasileira

Mais caro que Vini Jr e Rodrygo; saiba quem é e o valor da multa do futuro 9 da Seleção Brasileira

Atacante é um dos jogadores de base mais valorizados do mundo

Victor Peixoto
Victor Peixoto
Publicado em 18/05/2022 às 9:24
CBF/Divulgação
Vinícius Júnior é o brasileiro de maior destaque na Europa em 2022 - FOTO: CBF/Divulgação
Leitura:

No final do ano, mais precisamente entre novembro e dezembro, Seleção Brasileira disputará a Copa do Mundo 2022, no Catar. Apesar do excelente desempenho, ao menos em números, no atual ciclo, a equipe treinada por Tite sofre com uma carência, a de um 9.

A demanda por um atacante que chegue e vista a camisa sem um dono "definitivo" desde Ronaldo Fenômeno é tão grande que até Pedro, reserva no Flamengo, é um dos mais pedidos nas convocações da Seleção.

Mas, embora só deva dar seus primeiros passos como jogador profissional após a Copa do Mundo, um camisa 9 já vem ganhando a preferência do torcedor brasileiro e as atenções de gigantes da Europa, como Real MadridBarcelonaPSG.

Trata-se do atacante de 15 anosEndrick, do Palmeiras. Craque da Copinha, o jogador vem se destacando em 2022, foi campeão e artilheiro pela Seleção Brasileira Sub-17 no Torneio de Montaigu e assinará seu primeiro contrato com o alviverde em julho, quando completa 16 anos.

Mais caro que Vini Jr e Rodrygo

Segundo o jornalista italiano Fabrizio Romano, Endrick assinará contrato o Palmeiras até junho de 2025 e terá uma multa de 60 milhões de euros (R$ 316,22 milhões), valor que supera os pagos pelo Real Madrid para contratar Vinicius JúniorRodrygo.

Ambos os jogadores custaram, cada, 45 milhões de euros. Vini Jr deixou o Flamengo em 2018, ao passo que Rodrygo deixou o Santos em 2019.

A multa de Endrick supera ainda os das vendas de Paquetá (38,4 milhões de euros) do Flamengo para o Milan, em 2019, e de Bruno Guimarães (20 milhões de euros), do Athletico-PR para o Lyon em 2020, jogadores também presentes nas convocações de Tite para a Seleção Brasileira.

Comentários

Últimas notícias