Dicas e informações de viagens, férias e turismo
Turismo de Valor

Descubra dicas de viagem e roteiros para as férias, além dos destinos e atrações que estão em alta no turismo.

TURISMO

Conheça famoso Parque onde a Rainha Elizabeth II soube da morte do seu pai, o Rei George VI

O local foi atingido por um incêndio na noite do sábado (5)

AFP
AFP
Publicado em 07/02/2022 às 11:21
Reprodução
Rainha Elizabeth II. - FOTO: Reprodução
Leitura:

O parque Parque Nacional de Aberdare ficou famoso em 1952 porque Elizabeth II, então princesa britânica que visitava o Quênia, soube que seu pai, rei George VI, havia morrido. Ela estava hospedada no Hotel Treetops, construído em uma árvore na selva de Aberdare.

Localizado a cerca de 100 quilômetros ao norte da capital, Nairóbi, o parque tem cachoeiras espetaculares, exuberantes florestas de bambu e uma grande variedade de animais selvagens, como leopardos, elefantes e rinocerontes-negros.

Veja imagens:

YASUYOSHI CHIBA / AFP
Treetops Lodge, local onde Elizabeth II, até então princesa, ficou hospedada. - YASUYOSHI CHIBA / AFP
YASUYOSHI CHIBA / AFP
Memorial dedicado a Rainha Elizabeth II. - YASUYOSHI CHIBA / AFP
YASUYOSHI CHIBA / AFP
Parque nacional de Aberdare, Quênia. - YASUYOSHI CHIBA / AFP
YASUYOSHI CHIBA / AFP
Treetops Lodge, local onde Elizabeth II, até então princesa, ficou hospedada. - YASUYOSHI CHIBA / AFP
YASUYOSHI CHIBA / AFP
Parque nacional de Aberdare, Quênia, em chamas. - YASUYOSHI CHIBA / AFP

Incêndio 

Guardas florestais e voluntários lutam contra chamas e os fortes ventos para controlar um incêndio que varre o Parque Nacional de Aberdare, no centro do Quênia.

YASUYOSHI CHIBA / AFP
Parque nacional de Aberdare, Quênia, em chamas. - YASUYOSHI CHIBA / AFP

O incêndio começou na noite de sábado (5) e "se desloca muito rapidamente", relatou um funcionário do Serviço de Vida Selvagem do Quênia (KWS, na sigla em inglês), a agência estatal que administra os parques nacionais.

O fogo devora "o pasto. Está se espalhando e tem muito vento", disse este funcionário, que pediu para não ser identificado por não estar autorizado a falar com a imprensa.

A Rhino Ark, uma ONG queniana de proteção à natureza, informou no Twitter que mobilizou helicópteros para avaliar a extensão do incêndio.

"Mobilizamos a comunidade e nosso pessoal na região e hoje (domingo) eles fizeram o que podiam (...) Mas ficaram sobrecarregados", completou.

Últimas notícias