Dicas e informações de viagens, férias e turismo
Turismo de Valor

Descubra dicas de viagem e roteiros para as férias, além dos destinos e atrações que estão em alta no turismo.

ANIVERSÁRIO DE OLINDA

Aniversário de Recife e Olinda 2022: o que fazer em Olinda em 1 dia?

Veja um roteiro para aproveitar em Olinda durante o aniversário da cidade e de Recife

Flávio Oliveira
Flávio Oliveira
Publicado em 12/03/2022 às 7:00
ARNALDO CARVALHO/JC IMAGEM
Igreja de São Salvador do Mundo, em Olinda, também conhecida como Igreja da Sé - FOTO: ARNALDO CARVALHO/JC IMAGEM
Leitura:

Neste sábado (12), as cidade-irmãs Olinda e Recife fazem aniversário. A mais velha, Olinda, chega aos 487, enquanto Recife, aos 485 anos.

Além de dividirem história, as duas são importantes cidades para a construção de Pernambuco e do Brasil como um todo.

Distante 7 km da capital pernambucana, Olinda oferece opções aos visitantes para além do período de Carnaval, festa pela qual é reconhecida nacionalmente.

Aqui no blog Turismo de Valor, preparamos um roteiro imperdível para aproveitar Olinda, mesmo tendo pouco tempo. Saiba o que fazer em Olinda em 1 dia.

 

Mercado Eufrásio Barbosa

Que tal começar o dia comendo bem? Pela manhã, inicie o roteiro no Mercado Eufrásio Barbosa, um dos pontos turísticos de Olinda.

JC IMAGEM
Mercado Eufrásio Barbosa é um importante mercado público de Olinda - JC IMAGEM

Lá é possível encontrar feiras, lojas, salas de exposição, cafés e até uma livraria. Vale lembrar que para visitar o mercado é preciso ir de terça a sábado, entre 9h e 17h, e a entrada custa R$ 4.

 

Igreja de São Sebastião e Mosteiro de São Bento

Depois da passada no Mercado, é hora de subir pela rua XV de novembro. É de lá que se chega à Igreja de São Sebastião, construída no século XVII. Ela segue o estilo rococó, que se caracteriza por sua leveza e originalidade.

LUIZ PESSOA / ACERVO JC IMAGEM
Câmara Municipal de Olinda chama atenção por sua arquitetura e cores únicas - LUIZ PESSOA / ACERVO JC IMAGEM

No caminho, também dá para ver a Câmara Municipal de Olinda. Suas cores chamam atenção, assim como a arquitetura do prédio.

Depois de percorrer a XV de Novembro, chega-se à rua São Bento onde fica um dos grandes pontos turísticos de Olinda: o Mosteiro de São Bento

Guga Matos/JC Imagem
O Mosteiro de São Bento é inscrito no Livro de Belas Artes do Iphan desde 1938 e não pode ser demolido nem descaracterizado - Guga Matos/JC Imagem

O Mosteiro é tido como a instituição religiosa mais rica de Olinda, graças ao seu altar folhado a ouro. 

 

Sede da Pitombeira dos Quatro Cantos

Depois de ver o Mosteiro de São Bento, siga pela rua que leva o nome do monumento, passando pela Prefeitura Municipal de Olinda e a Casa de Alceu Valença

Filipe Jordão/JC Imagem
Sede das Pitombeira dos Quatro Cantos, símbolo do Carnaval de Olinda - Filipe Jordão/JC Imagem

De lá, é possível descer pela rua 27 de Janeiro, onde fica a sede da Pitombeira dos Quatro Cantos. Esse é um dos blocos mais tradicionais do carnaval de Olinda.

Igreja do Carmo na Praça do Carmo

Depois disso, basta seguir para a Praça do Carmo e conhecer o primeiro templo católico da Ordem dos Carmelitas nas Américas: a Igreja Nossa Senhora do Carmo

Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Igreja de Nossa Senhora do Carmo de Olinda - Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

De lá, é possível ver o parque do Carmo, onde acontecem alguns eventos de Olinda, e outras construções históricas.

 

Catedral da Sé, feira e mercado de artesanato

Depois do tour por algumas igrejas, um verdadeiro mergulho na história de Olinda, é hora de visitar um dos maiores pontos turísticos da cidade: a Catedral da Sé.

BRUNO CAMPOS / JC IMAGEM
A Praça da Sé, em Olinda, abriga a igreja que leva o mesmo nome - BRUNO CAMPOS / JC IMAGEM

O que mais chama atenção dos visitantes é a praça em que fica a Igreja. Além disso, lá é possível ter uma das vistas mais privilegiadas de toda Olinda.

Logo de frente para a Igreja da Sé está a feirinha de artesanato e várias barraquinhas com comida de rua, como acarajé, milho cozido e, claro, tapioca. 

Quatro Cantos de Olinda

Para finalizar o roteiro, desça a da Misericórdia para chegar nos Quatro Cantos. Além de ser uma região com vários bares e restaurantes, o local é ponto de encontro de blocos de Carnaval quando, em tempos normais, a festa é comemorada.

Filipe Jordão/JC Imagem
Quatro Cantos de Olinda é um dos pontos mais conhecidos e frequentados no Carnaval da cidade - Filipe Jordão/JC Imagem

Vale a visita para quem quer finalizar o roteiro por Olinda em grande estilo.

Comentários

Últimas notícias