COVID-19

Ministro da Saúde afirma que OMS demorou a reconhecer pandemia do coronavírus

Mandetta afirmou que o Brasil já trata a situação como pandemia desde a semana passada

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 11/03/2020 às 15:17
Notícia
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Para o ministro, a medida deve aumentar o número de casos de suspeita de covid-19 no Brasil - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Leitura:

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que a Organização Mundial da Saúde (OMS) demorou a reconhecer que havia um cenário de pandemia de coronavírus no mundo. Em entrevista à Folha de S. Paulo, ele disse que o Brasil já trata a situação como pandemia desde a semana passada.

>> OMS declara coronavírus como pandemia

>> "Soamos o alarme alto e claro", diz diretor geral da OMS sobre pandemia de coronavírus

>> Procuradoria pede a aéreas que não cobrem passagens canceladas por coronavírus

"Teimaram comigo. Falei: é uma pandemia, e desde a semana passada o Brasil já trata como pandemia. Se você tem uma transmissão sustentada em tantos países, como vou ficar procurando país por país, quem veio de onde? Isso pelo menos três semana atrás já era impraticável pelos sistemas de saúde", afirmou.

Com a declaração de pandemia, o Brasil deve passar a usar como critério para identificar casos a ocorrência de sintomas e histórico de viagem internacional, além do contato com casos confirmados, segundo Mandetta.

"Ainda estou na fase que não tenho tecnicamente transmissão sustentada no Brasil. Mas o mundo já tem. As pessoas que chegarem de qualquer lugar do mundo que tiverem tosse, febre, gripe, já podem ser considerados casos suspeitos", disse.

Para o ministro, a medida deve aumentar o número de casos de suspeita de covid-19 no Brasil.

O que é uma pandemia?

Uma doença infecciosa é considerada pandemia quando sua disseminação sai do controle e se espalha por uma região geográfica ou mesmo por todo o planeta, afetando uma grande quantidade de pessoas. Com a doença, 118 mil pessoas foram diagnosticadas em 114 países, e 4.291 morreram. A China e a Itália são os dois principais epicentros da doença no mundo.

Pandemia controlável

A situação de pandemia de coronavírus, porém, é vista pela OMS como possível de controlar. "Nunca vimos uma pandemia provocada por um coronavírus. E nunca vimos uma pandemia que, ao mesmo tempo, possa ser controlada. A OMS está em modo de resposta completa desde que foram notificados os primeiros casos", declarou o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Mapa do coronavírus pelo mundo

Comentários

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias