isolamento social

"O ideal é que a gente comece preparar a nossa saúde hoje para o pós-pandemia", diz médico

É preciso tentar manter bons hábitos adquiridos antes da quarentena ou construí-los durante essa fase

Larissa Lira Julliana de Melo
Larissa Lira
Julliana de Melo
Publicado em 20/05/2020 às 20:05
Notícia
FREEPICK
Ter hábitos saudáveis durante a quarentena aumenta o bem-estar pessoal. - FOTO: FREEPICK
Leitura:

O turbilhão de emoções, quebra da rotina, informações e ansiedade por causa da covid-19 fizeram com que muitas pessoas relaxassem com os cuidados com a saúde. O ambiente doméstico não é um facilitador, mas o hábito saudável dentro de casa é necessário - sobretudo em um momento em que as restrições à saída estão ainda mais severas.

» Com mais 888 óbitos, Brasil registra 18.859 mortes pela covid-19; País contabiliza 291.579 casos da doença

» Cresce consumo de bebida alcoólica durante isolamento social 

» Pernambuco confirma mais de 1,3 mil novos casos de coronavírus em 24 horas; 1,8 mil mortes já foram registradas

» Especialistas alertam sobre sintomas menos comuns do coronavírus

» Pico de pesquisas no Google mostra novo comportamento na quarentena

Em Pernambuco, por exemplo, desde o último sábado (16), que a população enfrenta regras mais rígidas no distanciamento social, como a restrição no trânsito de veículos.  Diante deste cenário, o médico Sávio Cardoso, que atua na área de nutrologia e bem-estar, recomenda que as pessoas não relaxem. E que façam um plano que envolva corpo e mente, já pensando no pós-pandemia. "A gente não precisa esperar isso tudo passar. Porque pode ser tarde demais”, adverte, no vídeo abaixo. 

 

Indo contra a maioria das pessoas nesse período, o empresário Victor Hugo aproveitou a 'pausa' na rotina para focar no equilíbrio entre seu corpo e mente. "Por causa do meu trabalho tinha uma vida muito desregrada. Não me alimentava bem e consumia muita bebida alcoólica. Nos três primeiros dias da quarentena mantive meus hábitos normais, bebendo em casa e pedindo delivery. No terceiro dia, me pesei e estava com 87 quilos, o maior peso que já tive. Foi ai que veio o clique de que, não tendo mais a obrigação de manter a rotina corrida, eu poderia criar uma estratégia para trabalhar em casa, fazer exercícios, ler e me alimentar bem", explica. 

CORTESIA
Antes e depois de Victor Hugo após ter uma reeducação dos seus hábitos nessa quarentena. - CORTESIA

Do começo da mudança até agora, Victor já perdeu 9 quilos e 700 gramas. O médico Sávio Cardoso alerta que é preciso tentar manter os bons hábitos adquiridos antes da quarentena ou contruí-los durante essa fase. "Muitas pessoas, por conta da falta da rotina, perderam os costumes de uma vida saudável, como beber água, ter um equilíbrio do intestino, fazer exercícios físicos, gerenciar o estresse e o sono. No entanto, é importante manter essa rotina, mesmo que reduzida", explica. Segundo ele, se esses hábitos não forem mantidos durante a quarentena, será ainda mais difícil voltar à normalidade quando tudo passar. 

Corpo e mente  

"Além de cuidar do corpo, também é necessário cuidar da mente", explica a psicóloga Maria Regina ao dizer que não há bem-estar, sem saúde mental. De acordo com a profissional, a ansiedade foi um dos sentimentos que mais afloraram durante a quarentena. "O cenário atual gera muito medo, pois é desconhecido. Há o medo de contrair a doença, de não manter o trabalho, de não passarmos por tudo isso. O que ocasiona um desequilíbrio mental. Por isso, é importante se preocupar com a mente, que é o que comanda o nosso corpo", ressalta.

O médico Sávio concorda. "Quando estamos ansiosos dormirmos de forma ruim, não relaxamos e não temos uma boa noite de sono. Também não nos alimentamos direito, porque procuramos alimentos que aumentem a produção de neurotransmissores que levem ao bem-estar e prazer e, até mesmo, no aumento do consumo de bebida alcoólica". 

A empresária Eliane Correia, 72 anos, encontrou na meditação o alívio para a mente que precisava durante a quarentena. Preocupada com o avanço da covid-19 e por ser do grupo de risco, a idosa foi aconselhada por uma irmã que já tinha adotado a prática a, toda noite, participar de uma live com o terapeuta transpessoal Tadashi Kadomoto. "No início foi difícil manter a concentração e entrar no clima, porque sou muito agitada. Mas insisti e hoje aprendi a controlar melhor a respiração e não abro mão deste momento, porque me traz um pouco de paz neste cotidiano tão insano que estamos vivenciando."

Tadashi costuma reunir cerca de 15 mil pessoas em suas lives diárias. Só na noite desta quarta-feira (20), 20 mil pessoas acompanharam o terapeuta. 


Dicas para manter o equilíbrio entre mente e corpo 

Manter o equilíbrio do corpo e da mente durante a quarentena faz com que todo organismo funcione de maneira correta. Por isso, é preciso criar alguns hábitos como manter uma alta ingestão de água, evitar exposição à telas próximo ao horário de dormir, manter a rotina de horário para as principais refeições,  gerenciar o tempo e organizar a rotina para horários de trabalho e lazer, além de fazer exercícios físicos e usar o tempo livre para aprender algo novo. 

 

CORTESIA
Antes e depois de Victor Hugo após ter uma reeducação dos seus hábitos nessa quarentena. - FOTO:CORTESIA

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias