Corpus Christi

Em tempos de pandemia, veja como celebrar o Corpus Christi em casa

Roteiro disponibilizado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) traz orientações de como realizar a cerimônia em família neste dia 11 de junho

Vanessa Moura
Vanessa Moura
Publicado em 11/06/2020 às 10:06
Notícia
Foto: Edmar Melo/JC Imagem
Corpus Christ neste ano será diferente dos anteriores, sem grandes públicos nas igrejas, mas com celebrações em casa - FOTO: Foto: Edmar Melo/JC Imagem
Leitura:

Por conta da pandemia do novo coronavírus e das medidas de isolamento e afastamento social, o Corpus Christi deste ano será diferente. A tradicional celebração da Igreja Católica em razão do Corpo de Cristo não poderá acontecer com grandes públicos nas igrejas e paróquias de todo o Brasil, mas, os fiéis podem aproveitar a data para realizar a cerimônia religiosa em casa. Pensando nisso, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) disponibilizou um guia para a celebração em família da Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo. 

>>Apesar da pandemia, Corpus Christi tem missas online e tradicionais tapetes em Pernambuco

>>Veja o que abre e o que fecha no Grande Recife no feriado de Corpus Christi

O material, disponibilizado na última quarta-feira (10), conta com sugestões de como decorar e ornamentar sua casa para a celebração. O uso de velas, vaso de flores, crucifixo e uma imagem de Nossa Senhora é indispensável para criar o ambiente da solenidade. Há também um roteiro que orienta os fiéis sobre o que fazer em cada etapa da cerimônia.

Além disso, por ser considerada a "festa da partilha", a CNBB pediu que os fiéis realizassem gestos solidários neste dia de Corpus Christ. Alimentos devem ser doados às paróquias locais, para que, em seguida, sejam destinados às famílias em situação de vulnerabilidade social da região de cada um. 

Para ter acesso ao roteiro fixo, basta clicar aquie ser direcionado ao site da CNBB. Lá, você pode realizar o download ou a impressão do guia. No entanto, cada família pode fazer suas próprias adaptações ao roteiro e realizar a celebração de acordo com suas necessidades, da melhor forma possível.

Para o arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani João Tempesta, este "é um tempo muito diferente em que vivemos na história, fonte e cume de nossa vida cristã”. Por conta deste momento de exceção, em que a presença dos fiéis nos templos não é aconselhada, a saída é realizar as celebrações religiosas em um formato diferente do tradicional, em casa. 

O arcebispo orientou ainda que os fiéis manifestassem publicamente sua fé através de ornamentos, flores, velas ou algo com simbologia eucarística na área externa de suas casas. “Como não podemos ainda ir à igreja fisicamente neste ano, devido à pandemia, ou por ser do grupo de risco ou porque a igreja estará fechada, coloque na porta de sua casa ou na janela um sinal de que você é católico. Muitos padres passarão de carro com o Santíssimo, abençoando os bairros em torno de sua paróquia para que Jesus possa passar à frente e nos livrarmos dessa pandemia.”, disse o sacerdote. 


 

Comentários

Últimas notícias