Privacidade

Dados públicos de 1,3 milhão de usuários do Clubhouse são vazados; empresa nega invasão hacker

A informação do vazamento foi divulgada por um site especializado

JC
JC
Publicado em 13/04/2021 às 9:02
Notícia
REPRODUÇÃO
Clubhouse é uma rede social de bate-papo com áudios - FOTO: REPRODUÇÃO
Leitura:

A rede social Clubhouse, famosa por suas salas de conversa através de áudio, teria sido invadida, provocando o vazamento de dados de 1,3 milhão de usuários, segundo noticiou o site CyberNews. No Twitter, porém, a plataforma negou a suposta invasão hacker e alegou que as informações divulgadas dos usuários já eram públicas e facilmente acessadas por qualquer pessoa que abrisse o aplicativo.

Dentre os dados divulgados, estão ID do usuário, nome de usuário, endereço da foto de perfil, número de seguidores, quantidade de pessoas seguidas e data de criação da conta, o  que reforça a versão da empresa, já que nenhuma destas informações é sigilosa.

“Os dados envolvidos eram todos de perfis públicos de nosso aplicativo. Portanto, a resposta é um ‘não’ definitivo [sobre a rede social ter sido invadida]”, informou o CEO do Clubhouse, Paul Davison.

LinkedIn

Na semana passada, usuários da rede social LinkedIn foram alvos de situação semelhante. Também de acordo com o site CyberNews, um arquivo com dados de 500 milhões de usuários foi colocado à venda em um fórum de hackers. A empresa, no entanto, divulgou comunicado argumentando que nenhum tipo de invasão hacker teria acontecido, já que os dados em questão eram públicos. 

 

Comentários

Últimas notícias