morte

Lázaro Barbosa, serial killer do DF, morre após ser capturado pela polícia

Lázaro foi capturado na manhã desta segunda-feira (28)

Bruna Oliveira
Bruna Oliveira
Publicado em 28/06/2021 às 10:03
Notícia
Divulgação/Polícia Civil
Lázaro Barbosa foi morto no dia 28 de junho em confronto com policiais da força-tarefa que fazia buscar por ele há 20 dias - FOTO: Divulgação/Polícia Civil
Leitura:

Lázaro Barbosa, de 32 anos, conhecido como 'serial killer do Distrito Federal', morreu após ser capturado pela polícia na manhã desta segunda-feira (28). A informação foi confirmada pelo governo de Goiás. O homem teria sido ferido após resistir à prisão no município de Águas Lindas de Goiás, no interior do Estado.

O homem suspeito de ter matado quatro pessoas de uma mesma família no DF chegou a trocar tiros com policiais que tentavam prendê-lo. Ele chegou a ser levado para o Hospital Municipal Bom Jesus, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A operação para capturá-lo envolveu quase 300 policiais, além de helicópteros, drones e cães farejadores.

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, se pronunciou nas redes sociais sobre a prisão de Lázaro. Ta aí, minha gente, como eu disse, era questão de tempo até que a nossa polícia, a mais preparada do País, capturasse o assassino Lázaro Barbosa. Parabéns para as nossas forças de segurança. Vocês são motivo de muito orgulho para a nossa gente! Goiás não é Disneylândia de bandido", escreveu Ronaldo.

O serial killer é suspeito, ao todo, de pelo menos nove crimes: roubo, estupro, sequestro, tentativa de homicídio, homicídio, furto, porte ilegal de arma de fogo, tentativa de latrocínio e invasão. Ele já foi condenado por duplo homicídio na Bahia. A polícia de Goiás prendeu dois homens suspeitos de ajudar Lázaro durante a fuga. Os homens são um fazendeiro e o caseiro de uma propriedade rural no distrito de Girassol, em Cocalzinho de Goiás.

DIVULGAÇÃO/POLÍCIA CIVIL
Lázaro Barbosa ficou conhecido como 'serial killer do DF' - FOTO:DIVULGAÇÃO/POLÍCIA CIVIL

Comentários

Últimas notícias