Pandemia

Secretaria de Saúde do Ceará recomenda autoquarentena para casos confirmados da variante delta

Seis casos foram detectados no Estado por meio do Centro de Testagem instalado no Aeroporto Internacional de Fortaleza

Do jornal O Povo para a Rede Nordeste
Do jornal O Povo para a Rede Nordeste
Publicado em 03/08/2021 às 21:59
Ricardo Wolffenbuttel/Governo de SC
Impasse nos Estados Unidos sobre o uso obrigatório ou não de máscaras - FOTO: Ricardo Wolffenbuttel/Governo de SC
Leitura:

Por Marília Serpa

Dois passageiros cearenses que desembarcaram em Fortaleza oriundos do Rio de Janeiro testaram positivo para a variante delta do novo coronavírus (covid-19). Ambos chegaram à capital por meio de voos diferentes decorridos no dia 23 de julho, tendo uma das naves feito escala em Guarulhos. Ao todo, os seis casos confirmados no Estado são de pessoas vindas da capital fluminense. A matéria é do jornal O Povo para a Rede Nordeste.

As detecções foram realizadas pelo Centro de Testagem de Viajantes instalado no Aeroporto Internacional de Fortaleza – Pinto Martins pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) com o intuito de reforçar a barreira sanitária do Estado contra a covid-19.

A Sesa convoca passageiros e tripulantes dos voos – GOL 2021 de 23/07/2021 – Rio de Janeiro Fortaleza e LATAM 3013 de 23/07/2021 – Rio de Janeiro Guarulhos Fortaleza a fazerem contato imediato com o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs/CE) pelos números (85) 98724-0455 / 98438-0480, das 9 às 17 horas para realização do exame RT-PCR no Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará (Lacen), que está de posse da listas dos viajantes.

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Ceará, juntamente com o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) e o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), divulgou nesta segunda-feira, 2, que os últimos casos foram detectados em uma mulher de 22 anos, moradora de Jaguaretama, e em um homem de Ipueiras, de 20 anos. Após realização de testes rápidos no desembarque do Aeroporto Pinto Martins e a confirmação dos casos, foi-lhes recomendado o cumprimento de isolamento rígido de 14 dias.

Os demais casos já confirmados da variante Delta no Estado, também foram descobertos no Aeroporto de Fortaleza entre os dias 19 e 21 de julho. Eram três mulheres e um homem, com idades entre 22 e 26 anos, sendo dois deles moradores de Fortaleza, um de Caucaia e outro de Itapipoca. Em voos separados, todos voltavam do Rio de Janeiro.

A Sesa recomenda que todos os passageiros e tripulantes que chegam a Fortaleza em voos que tenham casos confirmados de Covid-19 realizem autoquarentena de duas semanas, mesmo que apresentem exames negativos.

Já os viajantes que testaram positivo para a doença foram notificados e seguem sendo monitorados pela Vigilância Epidemiológica da Secretária de Saúde do Estado e demais secretarias municipais de saúde.
Para maior controle dos casos da nova variante no Ceará, o Centro de Testagem no Aeroporto de Fortaleza aumentou as coletas por amostragem de 5% para 20% dos passageiros que chegam à capital vindos dos estados Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná.

Comentários

Últimas notícias