PREPARATIVOS

BioNTech/Pfizer busca aprovação para vacinar crianças de 5 a 11 anos

A empresa também quer buscar a aprovação para crianças de seis meses a dois anos, ainda no final de 2021

Gabriel Inácio
Gabriel Inácio
Publicado em 10/09/2021 às 18:00
Notícia
CHRISTOF STACHE / AFP
BioTech busca aprovação para imunizar novo grupo - FOTO: CHRISTOF STACHE / AFP
Leitura:

Nas próximas semanas, a BioNtech deve solicitar aprovação em todo o mundo para usar o imunizante em crianças de 5 a 11 anos contra covid-19. Segundo os executivos da empresa os preparativos para o pedido já estão em andamento. Atualmente, a BioNTech colabora com a Pfizer e traça uma corrida para vacinar as crianças nos países ocidentais.

"Nas próximas semanas, apresentaremos os resultados de nosso ensaio em crianças de 5 a 11 anos com reguladores em todo o mundo e solicitaremos a aprovação da vacina nesta faixa etária, também aqui na Europa", falou o médico diretor Oezlem Tuereci. A empresa também quer buscar a aprovação para crianças de seis meses a dois anos, ainda no final de 2021.

A vacina Comirnaty, atualmente aprovada para uso em adultos e jovens com pelo menos 12 anos, está em ajustes finais para desenvolver uma versão pediátrica e de dose mais baixa. Já a Moderna informou que um dos testes em crianças entre 6 a 11 anos já foi registrado e que, outro estudo está sendo desenvolvido para bebês de seis meses.

Em países como a China a imunização de crianças a partir dos três anos já é realidade com a CoronaVac, desde junho de 2021. O Chile já aprovou o uso da CoronaVac em crianças com mais de seis anos.

Em julho, o Ministério da Saúde de Israel informou que as crianças de cinco anos podem tomar a injeção da Pfizer-BioNTech, desde que tenham condições que as tornem sensíveis ao coronavírus.

Comentários

Últimas notícias