REFORÇO

Governo autoriza emprego do Exército em calamidade na Bahia

Na última quarta-feira (8), três pessoas morreram em um deslizamento de terra na cidade de Teixeira de Freitas devido às fortes chuvas

Agência Brasil
Agência Brasil
Publicado em 10/12/2021 às 22:39
DIVULGAÇÃO / CORPO DE BOMBEIROS DE PAULO AFONSO
Duas rachaduras na Barragem do Quati, no curso do Rio do Peixe, no povoado de Pedro Alexandre, na divisa da Bahia com Sergipe, estão causando inundações de áreas e bairros do município de Coronel João Sá - FOTO: DIVULGAÇÃO / CORPO DE BOMBEIROS DE PAULO AFONSO
Leitura:

Os ministros da Cidadania, João Roma, e do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, pousaram na noite desta sexta-feira (10) na capital baiana, Salvador. Segundo declarações em redes sociais, os ministros acompanham a situação de calamidade pública decretada em diversos municípios da região sul e extremo-sul do estado devido à intensas chuvas.

O governo autorizou o emprego de tropas do Exército Brasileiro no resgate e realocação de pessoas desabrigadas pelas enchentes e inundações. "Equipes da Defesa Civil e de assistência social já estão no local. Solicitamos também apoio do Exército Brasileiro para minimizar o sofrimento de tantos baianos que estão vivendo essa calamidade em razão das fortes chuvas", disse o ministro João Roma em comunicado.

Na última quarta-feira (8), três pessoas morreram em um deslizamento de terra na cidade de Teixeira de Freitas. Destas, duas eram crianças com menos de 10 anos. Elas estavam acompanhadas por um tio que também foi soterrado, informou a Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec). O órgão estima que 30 cidades tenham sido atingidas pelos temporais e apresentem um cenário grave.

Autoridades da Defesa Civil também alertam que trechos de rodovias e estradas foram comprometidos pela água.

Comentários

Últimas notícias