AÇÕES

Chuvas na Bahia: Bolsonaro vai editar MP com R$ 200 milhões para o Estado, e ministros irão sobrevoar região

A Bahia está sendo afetada por fortes chuvas, que já deixaram ao menos 20 mortos e milhares de desabrigados.

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 28/12/2021 às 10:23
MANUELLA LUANA / AFP
Chuva em Itapetinga, na Bahia - FOTO: MANUELLA LUANA / AFP
Leitura:

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou que pretende editar uma medida provisória (MP) para destinar R$ 200 milhões à Bahia, afetada por fortes chuvas, que já deixaram ao menos 20 mortos e milhares de desabrigados. A declaração foi dada nessa segunda-feira (27), quando o mandatário chegou a São Francisco do Sul (SC), onde passará o Ano-Novo com a família.

“Devemos agora, no início do ano que vem, assinar uma medida provisória com crédito suplementar de R$ 200 milhões para atender o pessoal. Vamos fazer tudo o que for possível por nossos irmãos na Bahia”, disse o presidente.

Bolsonaro ainda lembrou que uma das medidas adotadas pelo governo foi a liberação saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) por calamidade para os atingidos pelos temporais.

“Isso começou no fim de novembro, se agravou antes do Natal e agora depois do Natal teve uma nova agravada. Temos várias instituições nossas lá, vários ministérios trabalhando para minimizar o sofrimento. A Caixa Econômica também vem liberando o Fundo de Garantia do pessoal”, disse o mandatário.

Sobrevoo por áreas atingidas

Ministros do governo Bolsonaro irão sobrevoar áreas atingidas pelas chuvas no Estado da Bahia nesta terça-feira (28). Entre os representantes do governo estão os ministros Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional), Marcelo Queiroga (Saúde), João Roma (Cidadania) e Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos). Marcelo Sampaio, secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura, também faz parte da comitiva.

De acordo com Marinho, a ida dos ministros foi uma “determinação” do presidente Bolsonaro. O objetivo da viagem, segundo publicação do ministro em seu perfil no Twitter, é “missão de socorro e planejamento de trabalho no sul do estado, solidariedade aos desabrigados e recuperação da infraestrutura.

No último dia 12, o presidente sobrevoou áreas afetadas pela chuva na Bahia. No fim de semana, João Roma afirmou que o governo tem recursos para custear a reconstrução de casas de desabrigados pelas tempestades.

Outras ações anunciadas pelo governo federal incluem o envio de combustíveis e aeronaves para auxiliar nos resgates. O número de cidades em situação de emergência devido às fortes chuvas que atingem o sul da Bahia subiu para 100. No total, 116 municípios foram afetados.

Comentários

Últimas notícias