AÇÃO JUDICIAL

Símbolo da "meritocracia", XP adota cotas em seleções após foto causar polêmica

Mudança vem após ação civil pública foi movida pela ONG Educafro

Rafael Carvalheira
Cadastrado por
Rafael Carvalheira
Publicado em 27/05/2022 às 18:02 | Atualizado em 27/05/2022 às 18:03
Reprodução Internet
Foto alvo de ação judicial contra corretora - FOTO: Reprodução Internet
Leitura:

Após o caso da foto de uma equipe de agentes de investimentos de um escritório sócio da XP, apenas com profissionais, a corretora de investimentos foi acionada judicialmente e chegou a um acordo com a ONG Educafro.

A ação civil pública foi movida pela ONG contra a corretora e o escritório Ável Investimentos, credenciado à XP e responsável pela reunião da foto. Com a definição de um acordo, não haverá o pagamento de danos morais coletivos que havia sido pedido pela ONG.

A Educafro, segundo o jornal O Globo reconheceu ações adotadas pela XP desde então em prol da diversidade na empresa, bem como as boas práticas de ESG.

A Ável, por sua vez, comprometeu-se a concluir o plano de letramento em Diversidade e Inclusão que implementa, por meio de uma consultoria especializada.

Comentários

Últimas notícias