JUSTIÇA

Policial Rodoviário Federal é condenado por cobrar propina na BR-101

Agente solicitou o pagamento de R$ 2 mil liberar carga irregular de caminhão

Lucas Moraes
Lucas Moraes
Publicado em 10/04/2017 às 14:15
Bobby Fabisak/JC Imagem
Agente solicitou o pagamento de R$ 2 mil liberar carga irregular de caminhão - Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

O policial rodoviário federal Antonino Medeiros de Araújo, denunciado pela prática de corrupção passiva ao cobrar R$ 2 mil em propina para liberar carga de caminhão desacompanhada de documentação fiscal na rodovia BR-101, em Jaboatão dos Guararapes, Grande Recife, foi condenado a mais de 9 anos de prisão na Justiça Federal após denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal em Pernambuco (MPF-PE).

O crime, praticado em 2009, foi denunciado à justiça pelo procurador da República João Paulo Holanda Albuquerque. De acordo com as apurações, o policial cobrou R$ 2 mil como condição para não encaminhar a carga irregular encontrada em um caminhão à Secretaria da Fazenda de Pernambuco.

O dono do veículo era, na época, investigado pela Polícia Civil, e teria se comprometido a enviar um "motoboy" com a quantia solicitada como propina ao agente.

Condenação

A Justiça Federal acatou o pedido do MPF e condenou Antonino Medeiros de Araújo a nove anos e quatro meses de reclusão, a serem cumpridos em regime fechado. O réu poderá apelar em liberdade. Também foram determinados o pagamento de multa no valor de 18 salários mínimos e, após o trânsito em julgado da sentença, quando não houver mais possibilidade de recursos, a perda do cargo público do condenado.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias