urbanismo

Boulevard da Rio Branco fica pronto até 20 de dezembro, diz Carreras

O projeto prevê a pedestrianização da via, transformando o local num espaço arborizado de convivência no Bairro do Recife

JC Online
JC Online
Publicado em 06/12/2017 às 9:31
Foto: Filipe Jordão/JC Imagem
O projeto prevê a pedestrianização da via, transformando o local num espaço arborizado de convivência no Bairro do Recife - FOTO: Foto: Filipe Jordão/JC Imagem
Leitura:

Depois de tantos adiamentos, o Estado garantiu nessa segunda-feira (05) que finalmente o boulevard da Avenida Rio Branco, no Bairro do Recife, fica pronto até o próximo dia 20. O secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras, disse que a inauguração acontece ainda este ano, mas depende das agendas do governador Paulo Câmara e do prefeito Geraldo Julio. O projeto prevê a pedestrianização da via, transformando o local num espaço arborizado de convivência no Bairro do Recife.

Essa conversão da Avenida Rio Branco em um lugar destinado exclusivamente a pedestres é marcada por idas e vindas que fazem a população esperar até hoje. Foi anunciada pela prefeitura em fevereiro de 2014 e, inicialmente, seria concluída em dezembro daquele ano. A gestão municipal, no entanto, alegou, em março de 2015, que a “reprogramação orçamentária do Recife” não contemplava a reforma. Em outubro de 2016, o governo do Estado assumiu a obra e prometeu entregar em novembro deste ano, mas a população teve que esperar mais uma vez.

Agora, segundo Carreras, até o dia 20 os equipamentos da avenida, como bancos, quiosques e postes, estarão instalados. Com o término da obra, o piso de granito receberá uma lavagem para limpeza de resíduos. Ontem, ainda era possível ver que a fiação não estava embutida no local, algo previsto no projeto. Mas o secretário cravou a finalização do trabalho. “A Celpe já começou a retirar os fios e, inclusive, se as operadoras de telefonia deixarem algum, nós vamos arrancar. Elas têm esse prazo para se adequarem. Existe um cronograma e a gente não vai abrir para ninguém furar”, afirmou.

A Rua Madre de Deus voltou a ser mão única ontem graças à liberação do tráfego de veículos na Avenida Alfredo Lisboa, na última segunda-feira. O local havia recebido uma faixa contrária provisória por causa da interdição na Alfredo Lisboa para construção da travessia de acesso da Avenida Rio Branco ao Marco Zero. O projeto prevê a pedestrianização da via, transformando o local num espaço de convivência no coração do Bairro do Recife. A obra custou R$ 4,5 milhões, recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias