ALERTA

Quatro crianças são internadas no HR após picadas de escorpião

As crianças, que tem entre cinco e dez anos, foram picadas no Recife, Jaboatão dos Guararapes e em Olinda

JC Online
JC Online
Publicado em 05/09/2018 às 13:46
Foto: Arquivo/JC Imagem
As crianças, que tem entre cinco e dez anos, foram picadas no Recife, Jaboatão dos Guararapes e em Olinda - FOTO: Foto: Arquivo/JC Imagem
Leitura:

Atualizada às 14h31

Quatro crianças deram entrada na emergência do Hospital da Restauração, área central do Recife, na manhã desta quarta-feira (5), após serem picadas por escorpião. Apesar de chegarem em horários próximos, vítimas foram ferroadas em bairros diferentes da Região Metropolitana do Recife.

Um menino de cinco anos, morador do bairro da Boa Vista, no Centro da capital, foi ferroado no pé. De acordo com a assessoria do HR, o estado de saúde dele é estável, mas permanece internado Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica.

No Engenho do Meio, Zona Oeste do Recife, uma menina de dez anos foi picada em casa. Segundo familiares, ela foi picada por um escorpião que estava dentro de um osso, trazido pelo cachorro da família para dentro de casa. A garota foi levada ao hospital pela mãe, foi medicada, e recebeu alta no início da tarde.

Outro menino, de oito anos, foi picado no Mercado Cavaleiro, Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana. A ferroada atingiu dedo mínimo do pé. Ele também chegou a ficar em observação na UTI pediátrica, mas já recebeu alta.

O quarto caso foi em Olinda, no bairro dos Bultrins. A vítima foi um menino de cinco anos, que deu entrada no HR por volta do meio dia. Ele está em observação na sala verde do hospital.

Caso Itambé

No sábado (1º), o menino Caíque César Martins da Silva, de 2 anos, morreu em decorrência de uma picada de escorpião. O caso foi no município de Itambé, Mata Norte pernambucana. O garoto brincava no quintal de casa quando foi picado por um animal que estava escondido entre pedaços de madeira que o menino manuseava. O acidente ocorreu por volta das 17h da sexta-feira (31), mas ele só conseguiu dar entrada no HR por volta das 20h30, vomitando sangue, depois de ter passado por duas unidades de saúde. Caíque morreu às 4h30 da manhã do sábado, na UTI pediátrica.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias