VIOLÊNCIA

Terceiro suspeito de matar policial do GOE é preso nesta sexta

Em depoimento, ele negou ter efetuado disparos contra o policial

JC Online
JC Online
Publicado em 30/06/2017 às 15:53
Foto: Reprodução
Em depoimento, ele negou ter efetuado disparos contra o policial - FOTO: Foto: Reprodução
Leitura:

O terceiro suspeito de participação na morte do policial Carlos Eduardo Fernandes de Lima, do Grupo de Operações Especiais (GOE), se apresentou na manhã desta sexta-feira (30) na sede do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), no Cordeiro, Zona Oeste do Recife. Nas imagens que flagraram a morte do agente, Willams Bernardo da Silva, de 29 anos, é o primeiro homem que desce do veículo com a arma em punho.

De acordo com o delegado Guilherme Caraciolo, responsável pela investigação, equipes da Polícia Civil foram a dois locais em busca do suspeito, mas não o encontraram. Em depoimento, o homem afirmou que não efetuou disparos contra o policial. Willams já tem passagem pela polícia pelo crime de tráfico de drogas.

Entenda o caso

O policial do GOE, Carlos Eduardo, de 43 anos, estava de folga e descaracterizado. Ele caminhava pela Avenida Leonardo da Vinci, no Curado II, em Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife, quando foi abordado pelos suspeitos em um carro roubado. Ele foi socorrido para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Curado, mas não resistiu. A suspeita inicial da polícia é de latrocínio - roubo seguido de morte.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias