CRIME PASSIONAL

Preso terceiro suspeito de participar da morte de bailarina no Janga

A identidade do suspeito só será revelada em coletiva, marcada para às 10h desta quinta (16), na sede da Polícia Civil

JC Online
JC Online
Publicado em 16/08/2017 às 20:49
Foto: Reprodução/Facebook
A identidade do suspeito só será revelada em coletiva, marcada para às 10h desta quinta (16), na sede da Polícia Civil - FOTO: Foto: Reprodução/Facebook
Leitura:

Foi preso o terceiro suspeito de envolvimento na morte da personal trainer Gabriela Conceição Santiago. O homem, cuja identidade não foi informada pela assessoria da Polícia Civil, foi a segunda pessoa que estava com Paulo Fernando Crespo, que também participou do crime, na noite em que a bailarina foi assassinada. 

A delegada responsável pelo caso, Thais Galba, dará os detalhes da prisão do segundo suspeito serão divulgadas às 10h desta quinta (17), na sede operacional da Polícia Civil, na Rua da Aurora, bairro da Boa Vista, centro do Recife. 

Policial militar foi o mandante 

De acordo com as investigações, o policial militar Mauro Brasil Sá Leitão foi o mandante do homicídio de Gabriela. O motivo seria o envolvimento amoroso da vítima com a esposa do policial. Para executar o crime, ele contratou Paulo Fernando Crespo, com quem frequentava um grupo de narcóticos anônimos. 

Gabriela foi morta no dia 16 de fevereiro, baleada na cabeça, no bairro do Janga, Paulista, no Grande Recife. Mauro e Paulo foram presos preventivamente no fim de julho, suspeitos de homicídio qualificado (quando não há chances de defesa da vítima). 

Últimas notícias