HOMICÍDIOS E TRÁFICO

Polícia prende segundo suspeito de chacina em São José da Coroa Grande

Após denúncia anônima, a Polícia Militar prendeu o segundo suspeito de chacina praticando tráfico de drogas em Vitória de Santo Antão

JC Online
JC Online
Publicado em 27/06/2018 às 8:00
Foto: Reprodução/ Google Street View
Após denúncia anônima, a Polícia Militar prendeu o segundo suspeito de chacina praticando tráfico de drogas em Vitória de Santo Antão - FOTO: Foto: Reprodução/ Google Street View
Leitura:

Foi preso na noite dessa terça-feira (26) o segundo suspeito de ter participado de chacina no município de São José da Coroa Grande, no Litoral Sul do estado, em fevereiro deste ano. Ednaldo Sérgio da Silva Lima, 26 anos, foi detido por volta das 21h no bairro Iraque II, em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco.

De acordo com a Polícia Militar, existem dois mandados de prisão em aberto contra o suspeito, que foi identificado após denúncia anônima. Agentes do Grupo de Apoio Tático Itinerante (Gati) e da Rocam, juntamente com a PM, foram até o local e prenderam Ednaldo em flagrante por tráfico de drogas.

Além dele, outros dois suspeitos também foram detidos. João Batista Suplício, de 28 anos e Eliel Severino da Silva, de 27 anos, foram presos em flagrante, juntamente com Ednaldo, com 30 gramas de crack, 576 gramas de maconha, dois revólveres calibre 38 e dez munições do mesmo calibre.

Os três suspeitos foram levados, junto com o material apreendido, para a Delegacia de Vitória de Santo Antão. Ednaldo seguirá direto para o Centro de Observação e Triagem em Abreu e Lima (Cotel), por ordem dos mandados de prisão. Já os outros dois, foram autuados por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e munição e aguardam audiência de custódia, prevista para esta quarta-feira (27).

Primeiro preso

No último dia 15, foi preso Antônio Carlos da Silva, mais conhecido como Buchudo, de 32 anos. Ele foi apontado pela polícia como o líder da quadrilha responsável pelo quíntuplo homicídio em São José da Coroa Grande. Ele foi encontrado na cidade de Serra, no Espírito Santo, de onde comandava a “Gangue do Buchudo”, como é conhecida a facção criminosa.

Segundo a Polícia Civil de Pernambuco, Antônio seria responsável por um total de 10 mortes na região, que se iniciaram por conta de uma disputa pelo tráfico de drogas.

Chacina

Cinco pessoas foram mortas em fevereiro deste ano em São José da Coroa Grande, como resposta a um triplo homicídio que aconteceu na mesma semana, quando três adolescentes, envolvidos em briga de gangues, foram assassinados no bairro de Vila Jagatá. Segundo a Polícia Civil, entre as vítimas do crime ligado ao tráfico de drogas está uma adolescente de 12 anos.

Erollainy Vitória Lima de Souza era a namorada de Leonardo Paulo Gomes Domingos, 17 anos, que também foi morto. As outras três vítimas foram Herbe Gleibson dos Santos, 35, Diego Gomes de Santana, 25, e Antônio Elivelton Reis de Souza, 22, sendo estes dois últimos, moradores de Jaboatão dos Guararapes e que estavam em São José reforçando uma das organizações criminosas atuantes na região.

Últimas notícias