Saúde

Incentivo à doação de órgãos acontece no Mercado de São José

No local, cerca de 5 agentes da saúde distribuem panfletos educativos. Além disso, a campanha conta com a participação de dois atores que, com a utilização de fantasias do período romano, explicam como funciona a doação de órgãos

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 27/09/2012 às 10:41
Foto: Juliana Regis/JC
No local, cerca de 5 agentes da saúde distribuem panfletos educativos. Além disso, a campanha conta com a participação de dois atores que, com a utilização de fantasias do período romano, explicam como funciona a doação de órgãos - FOTO: Foto: Juliana Regis/JC
Leitura:

Nesta quinta-feira (27), a Central de Transplante de Pernambuco (CT-PE) está no Mercado de São José, área central do Recife. No local, cerca de cinco agentes da saúde distribuem panfletos educativos. Além disso, a campanha conta com a participação de dois atores que, com a utilização de fantasias do período romano, explicam como funciona a doação de órgãos.

Para o comerciante Israel Queiroz, esta campanha representa uma ação importante para a sociedade. "Ainda não sou doador. Pretendo renovar a minha carteira de identidade e, desta vez, irei colocar a opção". Ele aproveita, ainda, e incentiva a doação: "Seja um doador! Doando qualquer órgão, você estará salvando uma vida e, com isso, permitirá que o sofrimento dos familiares acabe", ressaltou Queiroz.

"O maior objetivo da nossa campanha é conscientizar a população e esclarecer as principais dúvidas sobre a doação de órgãos", explicou o gerente administrativo da CT-PE, Alexandre Falcão. De acordo com Falcão, uma das maiores dúvidas dos familiares é sobre a morte encefálica. "Além disso, eles (os familiares) têm medo de que o corpo do ente querido seja mutilado". Sobre essa questão, Falcão explica que isso não acontece. "Existe uma lei que determina que o corpo, após a doação, seja completamente reconstituído, não apresentando, assim, nenhuma marca".

A Campanha Nacional de Doação de Órgãos teve início na terça-feira (24) e será realizada até a próxima sexta em praticamente todo o País.

Padarias - A campanha 2012 contou com mais um aliado. Desta vez, diversas padarias da RMR contribuíram com a causa através da disponibilização de mensagens explicativas nos sacos de pães. "Um dos melhores lugares para falar sobre o assunto é justamente na mesa do jantar, quando toda a família estará reunida", explicou a coordenadora da central de transplantes de Pernambuco, Noemy Gomes.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias