Pronunciamento

Aos prantos, Safadão desabafa: 'Não queria que meus filhos sofressem'

Cantor quebrou o silêncio sobre a briga judicial com sua ex-mulher

JC Online
JC Online
Publicado em 24/07/2018 às 17:18
Foto: Instagram Stories/@wesleysafadao/Reprodução
Cantor quebrou o silêncio sobre a briga judicial com sua ex-mulher - FOTO: Foto: Instagram Stories/@wesleysafadao/Reprodução
Leitura:

O cantor Wesley Safadão se emocionou na tarde desta terça-feira (24) ao publicar uma série de vídeos em seu perfil no Instagram para desabafar sobre a disputa judicial com a ex-mulher, Mileide Mihaile, em relação à pensão do filho Yhudi, de 7 anos.

"Trabalho muito, gosto de espalhar alegria, afinal esse foi o dom que Deus me deu. Hoje eu venho abrir meu coração sobre uma angústia muito grande", disse ele. "Algo que me dói muito é ver que estou sendo julgado sem ter me pronunciado. E toda história que se conta tem três lados: duas versões e a verdade. E o tempo é o senhor da razão", afirmou o cearense.

Safadão prosseguiu no desabafo dizendo que se calou para proteger os filhos: "É difícil demais falar essas coisas porque por mais que eu seja uma pessoa pública, eu não queria que meus filhos sofressem. É muito difícil ver tudo isso que tá sendo publicado, tudo isso que tá sendo falado, mas eu entendo que o Yhudi vai crescer. E eu não quero que ele veja o pai falando da mãe".

Aos prantos, o cantor reiterou que cumpriu todos os seus compromissos. "Após a união estável eu comecei a pagar um valor a mais além de todos os pedidos. Quero deixar bem claro que não foi só dez salários mínimos", disse.

Wesley Safadão ainda afirmou que não estava feliz e que nada acabou com Mileide Mihaile de uma hora para outra: "Eu não sou um cara perfeito. Eu sou um ser humano, mas desde que eu coloquei Deus na minha vida eu tenho um casamento blindado, sou um cara feliz".

Ao fim, o cantor lamentou que a polêmica tenha alcançado tanta repercussão, mas agradeceu o carinho dos fãs. "Esse momento tem servido para ver o quanto sou amado", concluiu.

VEJA UM TRECHO DOS VÍDEOS:

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias