Energia

Secretaria de Ciência e Tecnologia vai fornecer apoio à usina solar de Fernando Noronha

Termo de cooperação com a Celpe será assinado na tarde desta terça-feira pelo governador Eduardo Campos

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 21/05/2013 às 11:10
Leitura:

A usina de energia solar que está sendo construída no Arquipélago de Fernando Noronha vai receber apoio técnico da Secretaria de Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Sectec). O projeto integra o Programa de Eficiência Energética da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), do grupo da Neoenergia. O termo de cooperação será assinado na tarde desta terça-feira (21) pelo governador Eduardo Campos, no Centro de Convenções.

Assim como a Sectec, também fornecerá apoio técnico para o projeto a Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, por meio da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit GmbH (GIZ). A construção da usina foi anunciada pela Celpe em março deste ano, após a aprovação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). As obras já estão sendo realizadas sob a responsabilidade da WEG Equipamentos Elétricos S.A.

A nova usina terá potência de 400 kWp e está sendo construída num terreno que fica no Comando da Aeronáutica, próximo ao aeroporto de Fernando de Noronha. A área em que serão instalados os painéis fotovoltaicos tem 6 mil metros quadrados e pertence ao Governo do Estado. Após a conclusão das obras, a usina será doada ao Governo Federal.

Para desenvolver e implantar todo o sistema fotovoltaico, serão investidos cerca de R$ 11 milhões. O sistema que converte a radiação solar em energia elétrica terá potência de 500 kWp (quilowatt-pico). Com isso, vai gerar cerca de 777 MWh/ano, o que corresponde a 6% do consumo da ilha. A previsão é que a energia comece a ser gerada até o final deste ano.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias