Decisão

Banco do Brasil poderá voltar a vender dólares aos clientes nesta quinta

Procon decidiu que não existe risco de outras pessoas serem prejudicadas

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 01/07/2015 às 18:56
Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem
Procon decidiu que não existe risco de outras pessoas serem prejudicadas - FOTO: Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem
Leitura:

Atualizada às 21h15

O Banco do Brasil poderá realizar normalmente a venda de dólares aos clientes a partir desta quinta-feira (2). A decisão foi anunciada durante coletiva de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira (1º) pela Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos, através do Procon-PE. O órgão considerou que não existe risco de outras pessoas serem lesadas pelo banco, que foi acusado de repassar cédulas da moeda americana falsificadas.

Ainda segundo o Procon, os documentos que foram fornecidos pelo Banco do Brasil para a Justiça Americana deverão ser o suficiente para inocentar o empresário pernambucano que está retido nos EUA. Da mesma forma, o banco se comprometeu a prestar toda a assistência jurídica  e administrativa aos consumidores que se sentiram lesados e realizar o reembolso, além de enviar uma notificação a todas as pessoas que receberam cédulas do lote falsificado e a divulgação à imprensa de todas as medidas adotadas sobre o caso.

O Procon-PE deixou claro que qualquer outro caso de dólares falsos adquiridos no Banco do Brasil deve ser encaminhado ao órgão, que ressaltou que a investigação prosseguirá, mesmo após a proibição do câmbio de dólares do BB foi revogada.

 


O Banco do Brasil, por meio de nota, afirmou que "95% das cédulas de dólares norte americanos adquiridas pelo BB são provenientes do Banco Central Norte Americano. Nos últimos 12 meses, o banco realizou mais de 100 mil transações de câmbio manual, em todo o País".

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias