Polêmica

Reunião sela a paz na arbitragem estadual

Comissão não será desfeita e Erich Bandeira permanece à frente do quadro

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 19/03/2013 às 13:30
Leitura:

Após uma tarde e noite de segunda-feira bastante agitada, em que o presidente Erich Bandeira e o vice Salmo Valentim, da Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol (Ceaf), colocaram os cargos à disposição, a paz foi selada nesta terça-feira (19.3) após uma reunião. A Federação Pernambucana de Futebol (FPF) enviou um comunicado à imprensa informando que os dois permanecem nos cargos.

"No encontro, eles afirmaram seguir as diretrizes que foram passadas para a Ceaf, no início da gestão do presidente da FPF,  Evandro Carvalho, que apontam que o mesmo árbitro não pode apitar dois jogos seguidos do mesmo time no campeonato estadual", relata o comunicado, que afirmou que o mal entendido entre a Ceaf e a FPF foi desfeito.

Na reunião, também foi enfatizado que o árbitro da Fifa, Sandro Meira Ricci, centro de toda a polêmica, participará dos sorteios de todos os clássicos até a final do Campeonato Pernambucano. 

O imbróglio da segunda-feira começou depois que a Ceaf divulgou que Meira Ricci apitaria o jogo Central x Náutico, nesta quarta-feira. No domingo passado, após o clássico contra o Sport, o presidente do Náutico Paulo Wanderley havia desafiado à Comissão de Arbitragem a escalar o árbitro novamente em um jogo do Timbu.

Ao saber da escala, o presidente da FPF Evandro Carvalho afirmou que seria impossível Meira Ricci ter sido escalado, já que há uma diretriz que um mesmo árbitro não pode apitar dois jogos seguidos do mesmo time. Horas depois, a escala foi trocada e no final da noite, Erich Bandeira e Salmom Valentim colocaram os cargos à disposição. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias