Arena Pernambuco

Clássico das Emoções de alto risco nesta quarta

Náutico e Santa se enfrentam pelo Estadual e resultado terá muita influência no futuro dos times

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 25/02/2015 às 7:05
JC Imagem
Náutico e Santa se enfrentam pelo Estadual e resultado terá muita influência no futuro dos times - FOTO: JC Imagem
Leitura:

O futebol é feito de resultados. A máxima do esporte pode dar suas caras no Clássico das Emoções desta quarta (25/2), entre Náutico e Santa Cruz, às 22h, na Arena Pernambuco, pela quinta rodada do Campeonato Pernambucano. O placar ao final do duelo pode ser decisivo no futuro de ambas as equipes na temporada, principalmente no que diz respeito às comissões técnicas. O treinador alvirrubro, Moacir Júnior, não é unanimidade e pode ver uma pressão começar a ser construída em cima do seu nome. O comandante coral, Ricardinho, vive uma situação mais delicada, uma vez que tem um aproveitamento pior na competição.

Este é o primeiro de dois Clássicos das Emoções seguidos na Arena Pernambuco – o próximo será domingo. No momento, o Timbu está numa posição mais confortável na tabela do Hexagonal do Título, já que é o 3º, com 5 pontos (1 vitória, 2 empates e 1 derrota), enquanto os tricolores estão na lanterna, com 3 (1 vitória e 3 derrotas).

Se um revés pode significar o caos para o perdedor, vale ressaltar que um triunfo será um alento para o vencedor. No caso do Santa Cruz, passaria em pontos o Timbu, amenizando a má impressão deixada pelas derrotas por 3x0 para Serra Talhada e Sport, além do 1x0 sofrido ante o Salgueiro, quando jogou melhor a partida toda, mas vacilou e perdeu o jogo.

Quanto ao Náutico, a vitória no segundo clássico do ano pode ser a afirmação que a jovem equipe precisa para ter um trabalho com mais tranquilidade e confiança dos torcedores. No seu último jogo na Arena Pernambuco, os alvirrubros golearam o Serra Talhada por 4x0, equipe que venceu o Santa Cruz.

O técnico Moacir Júnior fechou o treino, na terça à tarde, no CT Wilson Campos. O treinador não deu pistas sobre o time, mas terá o retorno do zagueiro Elivélton e do meia-ofensivo Patrick Vieira, poupados do empate por 1x1 com o Central. Assim, o alvirrubro fica mais reforçado diante do tricolor. O comandante alvirrubro fez até suspense. “Pode ter surpresa. Analisamos muito o adversário e temos algumas opções.”

O meia Jefferson Renan, com suspeita de lesão do ligamento do joelho esquerdo, está fora do clássico e dos próximos jogos do time. 

O último treino do Santa Cruz antes do clássico também foi fechado para a imprensa. A dúvida é quanto ao substituto do meia João Paulo, que atuou como volante contra o Salgueiro. Ricardinho não deu pistas, mas pode manter a base titular e colocar um volante na vaga ou mesmo deslocar Bileu – que está na lateral direita – para o setor, escalando Moisés na ala. O volante Bruninho, recentemente regularizado, também pode ganhar uma chance. Outro que está à disposição é o atacante Anderson Aquino, recuperado de lesão.

Uma certeza é que o goleiro Fred ganha a vaga do então titular Bruno, bastante criticado pela torcida. “Da mesma forma que escolhi Bruno no início da temporada, acho que é a hora de dar uma oportunidade ao Fred. Analisei com Bosco (preparador de goleiros) e ele está confirmado”, disse o técnico.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias