Mercado de Transferências

Jornal já dá como certa a saída de Neymar do PSG

O periódico 'El País', da Espanha, afirma que representantes do craque devem solicitar a saída de Neymar do PSG ao fim da atual temporada

Heitor Nery
Heitor Nery
Publicado em 20/04/2018 às 15:51
AFP
O periódico 'El País', da Espanha, afirma que representantes do craque devem solicitar a saída de Neymar do PSG ao fim da atual temporada - FOTO: AFP
Leitura:

A passagem de Neymar pelo Paris Saint-Germain poderá ser mais curta do que o esperado. De acordo com o jornal espanhol "El País", alguns acontecimentos nesta reta final da temporada teriam causado um afastamento entre o jogador brasileiro e o clube francês, o que motivaria a saída do craque após apenas uma temporada.

"A única coisa que resta para que Neymar deixe o PSG é comunicar que ele deseja sair", afirmou uma fonte do clube ao periódico espanhol.

Entre os motivos citados pelo jornal espanhol, estão a negativa de Neymar em concluir o tratamento de sua lesão no tornozelo direito na França, logo após receber a visita de dirigentes do PSG logo após a conclusão de sua cirurgia. Outro fator citado foi o descaso de Neymar enquanto seus companheiros de PSG conquistavam o título francês, na goleada por 7x1 diante do Monaco. Enquanto a partida estava ocorrendo, Neymar jogava pôquer e postava algumas das fotos em suas redes sociais.

O ex-jogador Christophe Dugarry criticou o brasileiro por estar ausente na partida que garantiu o título do PSG. "Como pode faltar ao jogo do título? Como pode reivindicar ser um líder? Ele olha para o próprio umbigo e faz um esporte individual. Além disso, jogou pôquer. Como o clube pode aceitar isso? Ele cospe no PSG. Se eu fosse um torcedor do PSG, ficaria furioso - disse Dugarry, em entrevista à rádio francesa "RMC".

Destino Real Madrid?

Enquanto o "El País" cita a saída de Neymar do PSG como certa, o jornal "Marca", também da Espanha, afirma que existe um receio do clube francês de que o brasileiro deixa a França rumo ao Real Madrid. O jornal aponta que não existe uma multa recisória no contrato do brasileiro, bastando uma boa proposta da equipe madrilenha e um pedido de Neymar para convencer o PSG a liberar o craque.

Ainda de acordo com o "Marca", o Real Madrid esperaria a iniciativa do jogador e de sua equipe para evitar uma briga com o PSG. Apesar disso, o presidente da equipe parisiense, Nasser Al Khelaifi, decarta qualquer possibilidade de que o craque deixe a capital francesa.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias