feminismo

Jornalista é agredida por torcedores do Ceará após derrota diante do Flamengo

A jornalista Mari Rios foi agredida quando deixava o Castelão após partida entre Ceará e Flamengo, no domingo. Torcedores xingaram e usaram da força para intimidá-la

JC Online
JC Online
Publicado em 30/04/2018 às 13:50
Reprodução/Instagram
A jornalista Mari Rios foi agredida quando deixava o Castelão após partida entre Ceará e Flamengo, no domingo. Torcedores xingaram e usaram da força para intimidá-la - FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

A jornalista da TV Vozão, Mari Rios, é mais uma vítima de agressão no futebol. No domingo, logo depois da derrota do Ceará diante do Flamengo por 3x0, a repórter foi agredida por torcedores do time cearense na saída do Castelão. Quando ela estava sozinha, sem a companhia do cinegrafista e produtores, os torcedores se aproveitaram da situação para xingá-la. Quando Mari tentou se afastar, eles a seguraram pelo braço.

VÍTIMA

Ela ainda não registrou o boletim de ocorrência, mas prometeu fazê-lo nesta segunda-feira. Em suas redes sociais, a jornalista lamentou o episódio e desabafou sobre ter que silenciar diante de um agressor. "Fui vítima de mais um ato machista e covarde no futebol. Fui agredida fisicamente e verbalmente, por (nem posso dizer que são torcedores) nem sei como definir. Apertar pelo braço, colocar dedo na cara e xingamentos do mais baixo calão", escreveu Mari, que faz reportagens para clube.

"Torcedor, conviva com as derrotas e mais ainda respeite nós mulheres que trabalhamos no futebol", completou a repórter sobre o assédio que sofreu. Ela chegou a ser procurada pela reportagem do O POVO, mas preferiu não falar mais sobre o assunto e garantiu que o departamento jurídico do Ceará conduzirá o  caso.

Últimas notícias