Alvirrubro

Capitão do Náutico defende técnico após torcida chamá-lo de "burro"

Gilmar Dal Pozzo foi alvo das reclamações da torcida alvirrubra após empate em casa contra o ABC

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 27/02/2020 às 22:41
Notícia
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Gilmar Dal Pozzo foi alvo das reclamações da torcida alvirrubra após empate em casa contra o ABC - FOTO: Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

O Náutico fez um jogo aberto contra o ABC nos Aflitos, onde ambas as equipes criaram chances, mas não tiveram sucesso e o empate em 1x1 ficou no placar. Foi o segundo tropeço do Náutico, em casa, na Copa do Nordeste. O anterior foi a igualdade com o River-PI, na primeira rodada, que também terminou com o mesmo placar. Desta maneira, a torcida do Náutico protestou contra o time, com muitas vaias e xingamentos. O técnico Gilmar Dal Pozzo foi um dos alvos, com gritos de "burro" por parte de alguns alvirrubros mais exaltados. O meia Jean Carlos, e capitão na partida, saiu em defesa do treinador, e lamentou as chances perdidas pela equipe.

"Em casa a gente tem que conquistar o maior número de pontos possíveis. Não conseguimos os três, mas é um ponto importante. Sobre o Dal Pozzo, isso (ser chamado de burro) não pode acontecer. Tem outra equipe do outro lado. A gente se impôs, tentou o gol a todo momento e não conseguimos. Na minha opinião ali foi pênalti (em lance que Erick foi derrubado). Não sei, mas não posso julgar", comentou o atleta. 

Na saída para os vestiários, alguns torcedores exaltados chegaram a bater boca com jogadores, como o próprio Jean Carlos e o atacante Kieza. Jogadores foram alvos de algumas reclamações e o clima esquentou naquele momento.

O Náutico tentou acelerar bastante a partida durante todo o momento. Faltou ter um pouco mais de paciência para rodar a bola, cadenciar e achar melhores espaços para realizar as jogadas, juntamente com vários erros de passe. Esses problemas foram um dos pontos cruciais para que o Timbu não tivesse sucesso no confronto. "Acho que faltou a gente acertar o último passe. Infelizmente erramos muito nesse quesito, tivemos oportunidade e não soubemos aproveitar. Mas acontece, é o jogo", avaliou o lateral-direito Hereda.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias